MDB manda na maioria das prefeituras do País. Centrão cresce

do G1

As eleições de 2020 se encerraram em 5.567 municípios brasileiros – a maioria já tinha escolhido seus prefeitos e vereadores no dia 15 de novembro, no 1º turno. 57 cidades tiveram disputa de 2º turno e finalizaram a votação neste domingo (29). Para ter uma segunda rodada, a cidade precisa ter mais de 200 mil habitantes.

Mas as eleições ainda não acabaram: em Macapá, o apagão do começo do mês fez a votação ser adiada (o 1º turno foi remarcado para 6 de dezembro e, se necessário, o 2º turno acontece no dia 20).

Em 104 cidades as eleições estão sub judice (isso porque os eleitos tiveram o registro indeferido e aguardam uma decisão da Justiça Eleitoral).

Veja 20 números das eleições de 2020:

29,43% dos eleitores se abstiveram no 2º turno

 

abstenção de eleitores chegou a 29,43% no 2º turno, percentual maior do que os 23,14% do 1º turno. Em eleições municipais anteriores, a abstenção no 2º turno foi de 21,55% em 2016 e de 19,12% em 2012.

784 eleitos: MDB é o partido com mais prefeitos

O MDB elegeu 784 prefeitos e será o partido com o maior número de prefeituras, além de ser a legenda que mais ganhou nas capitais. Apesar disso, o partido elegeu 251 prefeitos a menos em comparação com 2016. PP e PSD vêm logo em seguida, com 685 e 654 prefeitos eleitos, respectivamente.

45% dos municípios serão comandados pelo Centrão

 

Os partidos do Centrão, que formam a base política na Câmara dos Deputados do governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), vão administrar mais de 2,4 mil municípios a partir de 2021, o equivalente a 45% das cidades brasileiras. São 10 partidos que formam o grupo: PP, PSD, PL, PTB, Republicanos, PSC, Solidariedade, Avante, Patriota e Pros.

34 milhões de pessoas vão ser governadas pelo PSDB

 

O PSDB será o partido que vai governar o maior número brasileiros: 34 milhões de pessoas vivem nas cidades em que os candidatos da legenda ganharam a disputa. O MDB será responsável por cidades que, somadas, chegam a 26 milhões de habitantes, enquanto o DEM comandará quase 25,5 milhões de pessoas.

Nenhuma capital será comandada pelo PT

 

Pela primeira vez desde a redemocratização, o PT não elegeu prefeito em nenhuma das capitais do Brasil. Em 2020, o partido termina a eleição com 183 prefeituras, menor número em 16 anos.

Número de prefeituras do PT nas capitais — Foto: Arte G1

Número de prefeituras do PT nas capitais — Foto: Arte G1

11 dos 15 candidatos do PT no 2º turno perderam

 

PT perdeu perdeu 11 das 15 disputas que participava neste domingo (29), e foi o partido com mais derrotas no 2º turno. Já o MDB foi o partido que mais conquistou prefeituras no 2º turno destas eleições, com 10 vitórias.

4 partidos não elegeram nenhum prefeito

 

PCB, PCO, PSTU e UP não conseguiram eleger nenhum um prefeito nessas eleições. Um levantamento do G1 mostra que o PP foi a legenda com maior taxa de sucesso no 1º turno, considerando o número de candidatos lançados e quantos deles foram eleitos.

11 de 13 candidatos a prefeito apoiados por Bolsonaro foram derrotados

 

Durante a campanha eleitoral, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez “lives” no Palácio Alvorada para pedir votos para 13 candidatos a prefeito – desses, 11 saíram derrotados (sendo 9 no 1º turno). Apenas dois foram eleitos no país.

Candidatos apoiados por Bolsonaro — Foto: Amanda Paes/G1

Candidatos apoiados por Bolsonaro — Foto: Amanda Paes/G1

78 candidatos usaram o nome ‘Bolsonaro’ na urna (e apenas 1 foi eleito)

 

3 candidatos a prefeito, 2 a vice-prefeito e 73 candidatos a vereador usaram o nome “Bolsonaro” na urna. O partido em que isso mais ocorreu foi o PSL, com 16 nomes, seguido pelo Patriota, com 10, e o Republicanos, com 8. Apenas um deles foi eleito: o filho Carlos.

10 candidatos à reeleição em capitais ganharam, 3 perderam

 

Dos 13 prefeitos que tentaram a reeleição em capitais, 10 conseguiram a vitória. 6 deles já tinham ganhado as eleições no 1º turno. 4 dos 6 que tentavam a reeleição neste domingo (29) ganharam a disputa – desse grupo, Marcelo Crivella (Republicanos), no Rio de Janeiro, e Socorro Neri (PSB), em Rio Branco, foram os únicos que não saíram vitoriosos. (leia mais)

One thought on “MDB manda na maioria das prefeituras do País. Centrão cresce

  • 30/11/2020, 19:23 em 19:23
    Permalink

    Quando MDB e Centrão recebiam verbas no governo petista, eles não prestavam, eram ladrões, bandidos… Agora que vão distribuir as verbas, são os vitoriosos maravilhosos. Quá! Quá! Quá!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: