Mensalão teria origem em Londrina

Da Gazeta do Povo
Segundo um ex-funcionário de Janene ouvido pela reportagem, que pediu para não ser identificado, o modo do ex-deputado operar no Congresso já era praticado em Londrina. Em 1997, no 3.º mandato de Belinati na prefeitura, Janene teria sido responsável por fazer um acordo com os vereadores para que o prefeito tivesse domínio da maioria da Casa. A “mesada”, segundo o ex-funcionário, era o equivalente a um salário de vereador. À época do mensalão, o caso chegou a ser publicado na imprensa . Belinati foi procurado para comentar o caso, mas não quis falar com a reportagem. (Leia mais)

Um comentário em “Mensalão teria origem em Londrina

  • 02/03/2015, 14:14 em 14:14
    Permalink

    Cadê as viúvas do Belinati?

    Resposta
  • 02/03/2015, 15:10 em 15:10
    Permalink

    Na verdade, as viúvas do Belinati, do Nedson, do Barbosa, do Janene e de tantos outros pilantras que enterraram Londrina na corrupção.

    Resposta
    • 02/03/2015, 23:34 em 23:34
      Permalink

      Quem votou nessa cambada deveria ir junto pra cadeia.

      Resposta
  • 02/03/2015, 17:48 em 17:48
    Permalink

    http://molinacuritiba.blogspot.com.br/2010/09/faleceu-jose-janene-o-homem-que-mandava.html

    http://impactoprdiario.blogspot.com.br/2012/08/mpfpr-denuncia-11-pessoas-ligadas-jose.html

    Na linha daquilo que já tinha se evidenciado na investigação do “mensalão”, detectou-se que Breno Fischberg, Enivaldo Quadrado e Carlos Alberto Quaglia (os dois primeiros são proprietários da Bônus Banval e o último, da Natimar) foram os responsáveis pelo repasse dos valores obtidos ilicitamente com o “mensalão” aos agora denunciados Meheidin Hussein Jenani, Rosa Alice Valente, Stael Fernanda Rodrigues de Lima, Danielle Kemmer Janene, Carlos Alberto Murari, Adriano Galera dos Santos, Afonso Bernardo Schleder de Macedo e Pedro Schleder de Macedo. Estes atuaram, de diversas maneiras, na conversão do montante em ativos lícitos – por meio aquisição de bens em seus nomes, pagamento de títulos diversos, compra de grandes quantidades de soja ou supostos contratos de mútuo e aquisição de bens, dentre outros – com o objetivo de desvinculá-los diretamente da pessoa de José Janen

    Resposta
  • 02/03/2015, 23:11 em 23:11
    Permalink

    Este funcionario que trabalhou para o Janene para o Tio Bila, e sai pobre e pelado desta fuzarca….

    Resposta
  • 03/03/2015, 22:05 em 22:05
    Permalink

    E hoje quem comanda , pois manter uma camara tão submissa não pode ser pelos belos olhos do Prefeito. AS MUDANÇAS DE ZONEAMENTO CORRE SOLTO E NADA SE FALA.Comenta-se que um dos braços direito da adminIstração teria sido beneficiado com uma dessas mudanças. Será verdade?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: