Pedreira Cafezal: Prefeito que tal repensar: de Lixão para Área de Esportes, Cultura e Lazer

Alí no Bairro Cafezal, em Londrina, tem uma pedreira.

Lá nos anos 1995/96 o então presidente da Câmara, Célio Guergoletto, elaborou um projeto para transformar o lugar em um centro de artes e lazer, com palco para peças teatrais, espaço para esportes, etc. A ideia não era nova. Guergoletto baseava-se no sucesso da Pedreira Paulo Leminski e na Opera de Arame – também construída numa pedreira de Curitiba.

O projeto foi apresentado ao então prefeito Luiz Eduardo Cheida, na época, no PT. A ideia foi devidamente engavetada.

De lá para cá a área chegou a ser usada para um depósito de moagem de entulho. Mas esportistas não se deram por vencidos e passaram a usar a pedreira para a prática de rapel.

Bom, agora o prefeito atual, Marcelo Belinati, anunciou que a pedreira servirá como depósito de restos de pode de árvores feitas na cidade.

Li agora há pouco a crítica do professor Dr Sérgio Alencar Parra:

“Como Educador Físico e docente da Universidade Estadual de Londrina, venho apresentar minha indignação, pois ali realizamos atividades de Rapel e outras atividades físicas e de lazer. Esperamos de Vs. que ali se faça urbanização para melhor utilizar aquele magnífico espaço a exemplo dos de Curitiba. Em tempo, por favor considere nossas colocações”, disse Parra.

Em uma cidade com tão poucas áreas de lazer gratuito para a comunidade, transformar a pedreira em Lixão, é algo a se repensar.

5 comentários em “Pedreira Cafezal: Prefeito que tal repensar: de Lixão para Área de Esportes, Cultura e Lazer

  • 21/03/2017, 21:41 em 21:41
    Permalink

    Compadre, só um detalhe. A tal pedreira do CHEIDA continua lá cheia de entulhos. A pedreira que o SGARIONI quer encher de entulhos é outra. Fica tambem ao lado do conjunto Cafezal. Portanto, o mau exemplo do CHEIDA, será seguido pela equipe técnica do Marcelo Martins.

    Resposta
  • 22/03/2017, 14:25 em 14:25
    Permalink

    O post informou errado a localização da erosão que está sendo avaliada para ser depósito de entulho da construção civil. O Blogueiro foi levado a erro, por conta de uma informação equivocada veiculada por uma emissora de televisão. Aliás, a informação já foi corrigida. É uma área que fica próximo a Usina de Pavimentação da Prefeitura de Londrina. Não tem nada haver com a Pedreira do Cafezal. Para assistir e ver o local correto, acesse o link:

    http://g1.globo.com/pr/parana/paranatv-1edicao/videos/t/londrina/v/prefeitura-vai-depositar-galhos-em-area-de-erosao-na-zona-sul-de-londrina/5744016/

    Resposta
  • 22/03/2017, 16:19 em 16:19
    Permalink

    Prefeitura competente é isso, encontra utilidade para inúteis.

    Resposta
  • 22/03/2017, 21:31 em 21:31
    Permalink

    tão querendo apossar da pedreira do DER……

    Resposta
  • 23/03/2017, 12:17 em 12:17
    Permalink

    Tanto a pedreira do cafezal como a do jamile dequech estão tomadas por lixo, poderiam ser ótimas áreas de lazer mas preferem transformá-las em lixões para infelicidade dos moradores próximos.
    Falta de respeito com a população da periferia, os engravatados moram na gleba longe dos problemas. Pergunte ao secretário de governo se ele gostaria de ter um lixão na praça em frente ao condomínio de luxo em que mora?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: