PGR pediu diligências contra pelo menos três deputados bolsonaristas

Da Veja

O inquérito aberto nesta terça-feira pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, investiga um grupo formado por pelo menos três deputados federais e líderes de movimentos de apoiadores do presidente Jair Bolsonaro que estariam diretamente envolvidos na organização dos atos ilegais do fim de semana contra a democracia. As informações são de Mariana Muniz e Robson Bonin na Veja.

Investigadores ouvidos pelo Radar relataram ter reunido “indícios veementes de autoria” contra os parlamentares que, além de “participarem ativamente” da organização dos atos, contaram com ajuda de pessoas de fora do Parlamento para conspirar contra as instituições da República.

Os investigadores ainda miram em outras duas deputadas bolsonaristas que teriam envolvimento no caso. Elas, no entanto, não estariam, nesse primeiro momento, na lista enviada ao STF. A prioridade dos investigadores é delimitar, em todo o país, a rede bolsonarista que se formou no submundo das redes para alimentar o discurso golpista.

É nesse caminho que os investigadores esperam que o ministro Alexandre de Moraes, que já atua na investigação de fake news e ataques ao STF, aprofunde os trabalhos contra o grupo bolsonarista fazendo o cruzamento dos elementos colhidos neste momento com outras provas de atuação ilegal nas redes dos bolsonaristas.

Um importante investigador relatou ao Radar que os elementos reunidos no inquérito ainda não fundamentariam pedidos de prisão, mas apenas de buscas. “Mas não tenha dúvida de que iremos pedir a prisão, se os elementos para tal medida surgirem”, diz um investigador.

8 thoughts on “PGR pediu diligências contra pelo menos três deputados bolsonaristas

  • 22/04/2020, 10:27 em 10:27
    Permalink

    Já pensou se rola uma batida em Londrina? Os moradores dessa prestimosa cidade mal imaginam a estrutura de crimes na internet e fakenews existe em Londrina. Tem politíco, padre, agentes policiais. Eles gosta de dizer que o Lula foi preso, que muito petista nunca nem viu,as nomes legais gados diretamente a eles até ontem estava no Xalindró. Vai Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes. Mostra pro Brasil onde grande parte dessa milícia se esconde. Atrás de filhos meno és de idade para justificar crimes….

    Resposta
    • 22/04/2020, 17:12 em 17:12
      Permalink

      Parte foi desmontada logo após a eleição. A robozada mora em parte nessas terras. Como as contas de celular e internet foram canceladas, parte do flagrante se perdeu. Mas ainda tem muita prova e rastro ques os bonzoes naquilo que fazem aprontam…vai policia

      Resposta
  • 22/04/2020, 10:52 em 10:52
    Permalink

    Vamos dar nomes aos bois.Tem algum deputado de Londrina que foi vereador?

    Resposta
    • 22/04/2020, 17:13 em 17:13
      Permalink

      Kkkk nome aos bois? Marginais msm.

      Resposta
  • 22/04/2020, 11:01 em 11:01
    Permalink

    tem um deputado de londrina que ta suando de nervoso

    Resposta
  • 22/04/2020, 11:52 em 11:52
    Permalink

    Ou os poderes Legislativo e Judiciário com o apoio dos setores democráticos da sociedade civil colocam fim a esse governo que está traindo a Constituição que jurou cumprir e defender ou teremos a mais longa e sangrenta ditadura da América Latina. Será uma ditadura com apoio de setores militares, inclusive de policiais militares e civis, e baseada igualmente em grupos milicianos. Quem conhece a história da Tonton Macoute sabe que um homem do mal pode fazê-la reviver aqui no Brasil para seu gosto e exercício do poder sem limites.

    Resposta
  • 22/04/2020, 17:13 em 17:13
    Permalink

    Vc tem medo de Minions. Kkkmm

    Resposta
  • 22/04/2020, 17:44 em 17:44
    Permalink

    Era so o que faltava, saiu num blog que um BOZOLOCO pediu para o idiota presidente gravar vídeo de apoio a uma “maratona verde” de plantio de árvores em Londrina (PR). Londrina não merece e não precisa desta inhaca aqui.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: