Poço sem fundo

Parece um poço sem fundo. A Receita Estadual criou a terceira força-tarefa para revisar os procedimentos de fiscalização em empresas citadas na Operação Publicano. Além das 125 já em fiscalização, mais de 300 empresas passarão pelo pente fino, que já gerou autuações de mais de R$ 188 milhões… Há quem diga que esse é somente o começo …. Pobres de nós paranaenses pagadores de impostos…..

Cristiane Oya, jornalista

4 comentários em “Poço sem fundo

  • 28/10/2015, 20:43 em 20:43
    Permalink

    Xiiiiiiii… No quesito cambalacho, parece que Londrina é um poço sem fundo realmente. Agora é a vez do ex-presidente da ACIL, tucano de quatro costados, sr. Nivaldo Benvenho, entrar na roda. Pois é, o empresário está enroladão, como gosta de dizer o blogueiro, com o TCU (Tribunal de Contas da União). Segundo o TCU, o sr. Nivaldo Benvenho foi beneficiado irregularmente num negócio feito com a associação que organizou o Imin100 em 2008. Sorte que o empresário não é petista. Se fosse, seria capa de jornal!

    Resposta
  • 29/10/2015, 13:21 em 13:21
    Permalink

    O Nivaldo se filiou ao DEM. Saiu aqui ni Blog do Paçoca.

    Resposta
    • 29/10/2015, 19:30 em 19:30
      Permalink

      Saiu da matriz, foi pra filial.

      Resposta
  • 30/10/2015, 08:23 em 08:23
    Permalink

    Filial foi o PCdoB velho de guerra ter a cara de pau de defender em rede nacional a vergonha que essa ptzada tá fazendo o país passar dentro e lá fora.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: