Por que não uma auditoria externa para rastrear os caminhos da malandragem?

Ainda falando sobre as denúncias de que servidores da Secretaria da Fazenda andaram fazendo “mágica” e sumindo com impostos atrasados de empresas – dois casos já foram confirmados – a prefeitura sim podia contratar uma auditoria externa para rastrear o caminho da malandragem.

Engana-se quem pensa que em dia de blackout uma limpadinha aqui ou ali apagam as pegadas nos sistemas de computador.

Lembrando sempre que Londrina é uma cidade onde estão gigantes da tecnologia. Uma delas foi a responsável pelo monitoramento das ações na Copa do Mundo no Brasil. Há várias universidades que atuam na área de tecnologia.

Uma auditoria externa, uma boa fuçada nos dados da prefeitura de Londrina, dizem funcionários bem entendidos nos processos lá do paço municipal, pode encontrar coisas do arco da velha, do velho e de muitos outros anciões que um dia podem ter sido até estagiários.

3 comentários em “Por que não uma auditoria externa para rastrear os caminhos da malandragem?

  • 08/11/2017, 18:35 em 18:35
    Permalink

    O passoca colocou hashtag em todos os vereadores. Algum vereador vai responder?
    E, mais que isto: o prefeito já conseguiu explicar por que é que a Praça de Atendimento continua sem gerente?
    Será que tem a ver com isso aqui que o passoca já cantou faz tempo https://www.pacocacomcebola.com.br/geral/gerente-informal?
    E mais: o MP já conseguiu entender que a moça que está tendo que devolver, por NEPOTISMO, os valores recebidos por conta da gerência é também uma das 3 pessoas atualmente investigadas pelo GAECO, já que na senha da mesma foi cancelado um montante significativo de IPTUs, asfalto (contribuicao de melhoria), entre otras cositas?
    Mistérios que só janeiro nos contará. Marcelo Belinati, melhore sua assessoria.

    Resposta
  • 08/11/2017, 19:37 em 19:37
    Permalink

    Pacoquete, precisa mesmo é que o Beto Richa instale um Nuciber no norte do Paraná. Vai ter muito nego com o toba na mão…. Podiscrer

    Resposta
  • 09/11/2017, 11:35 em 11:35
    Permalink

    Não é a primeira vez. Acredíto que a uns 20 anos, entraram com a senha de um servidor, tempo depois o mesmo foi morto e seu corpo encontrado em um rio. Duas situações distinta. Agora quem entrou com a senha, não me lebro mas, acredito que o caso foi arquivado.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: