Requião e Hermes Fonseca abandonam Zé Dirceu

do Paraná Hoje

José Dirceu, preso em Curitiba pela Operação Lava Jato, reclama do abandono do PT. Nenhuma liderança do petismo, a exceção filho deputado Zeca Dirceu, o visitou neste três meses de cadeia. Não só o PT, os peemedebistas parceiros de outras horas também o abandonaram. Nem o ex-deputado Hermes Fonseca (PMDB), autor do projeto de lei que concedeu a cidadania honorária a Dirceu, nem o ex-governador Roberto Requião que sancionou a lei em 1º de abril de 2003, fizeram qualquer visita ao companheiro petista. Requião argumenta que quase não para no país – está sempre em viagem ao exterior representando o Senado. Já Fonseca reside em Cornélio Procópio, no Norte Pioneiro.

 

Deixe uma resposta