Silvio Barros, irmão do ministro Ricardo Barros, é condenado por improbidade

Do Angelo Rigon

Condenado em ação civil pública por improbidade administrativa no último dia 5, pelo Tribunal de Justiça do Paraná, o ex-secretário de Planejamento de Beto Richa, Silvio Barros II (PP), terá que pagar multa civil no valor de cinco vezes o último salário recebido como prefeito de Maringá.
Silvio Barros II desta vez foi condenado por atender interesses particulares em detrimento do interesse público. Ele deverá pagar cerca de R$ 113.500,00, com a devida correção pelo IPCA e juros de mora. Fernando Pereira Lima de Souza, proprietário do imóvel que Silvio beneficiou com uma lei específica, terá que pagar multa equivalente a R$ 340.500,00.

Silvio Barros II foi acusado pelo Ministério Público de ter violado os princípios da impessoalidade, legalidade, moralidade e eficiência, ao encaminhar para votação na Câmara de Maringá, em 2006, projeto de lei complementar, em caráter de urgência, pelo qual dispensava a observação do recuo de 4 metros ao imóvel de Fernando Pereira Lima de Souza, localizado no Centro de Convivência Comunitária Renato Celidônio, defronte o paço municipal. (leia mais)

2 thoughts on “Silvio Barros, irmão do ministro Ricardo Barros, é condenado por improbidade

  • 21/07/2016, 16:56 em 16:56
    Permalink

    E dizem que esse é o mais “lerdim”, imagina o leitão zaroio…

    Resposta
  • 22/07/2016, 13:46 em 13:46
    Permalink

    COURO DE P,,,,CA,É SÓ PARA MANTER ALGUM ADVOGADO ATUANDO,LOGO ARQUIVAM MAIS ESSE

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: