Tá sem aula? Tá moscando? Que tal ver hoje a exposição Máscaras dos Invisíveis no Sesc Cadeião

O artista plástico e educador Dovinho Feitosa é o organizador e supervisor da Exposição Máscaras dos Invisíveis, que está acontecendo no Sesc Cadeião, em Londrina.

As obras foram feitas por alunos, crianças e adolescentes, atendidos pelo CRAS – Centro de Referência de Assistência Social e fazem parte do Movimento da Luta Antimanicomial. Este movimento se caracteriza pela luta pelos direitos das pessoas com sofrimento mental. Dentro dessa luta, está o combate à ideia de que se deve isolar a pessoa com sofrimento mental em nome de pretensos tratamentos, baseada apenas nos preconceitos que cercam a doença mental.

, , , ,

Tamarana de olho no Turismo Rural, Ecológico e Gastronômico

E a cidade de Tamarana está se organizando para explorar um filão que cresce muito no País, o turismo de eventos e rural.

Durante a Expo Londrina 2019, a prefeitura apresentou um video sobre as belezas naturais do município, e são muitas. Veja o video:

Em outubro vai acontecer na cidade, por exemplo, a 2ª Primavera Gastronômica do Norte do Paraná. (mais…)

Partido NOVO briga pelo fim do Fundo Partidário e garante que é diferente, diz Felipe Camozzato

O partido NOVO está correndo o trecho para se posicionar como realmente uma sigla diferente das demais agremiações partidárias. Uma das posturas é não aceitar o Fundo Partidário, que nada mais é do que dinheiro público para os partidos.

Em Londrina para uma palestra, o vereador Felipe Camozzato, conversou com o blog e disse que se for para avançar em algumas questões, o partido – que é recheado de profissionais liberais e empresários – faz aliança programática até com o PSOL e o PT.

, , , , ,

Partido NOVO. Confira a entrevista com o presidente e se o partido é novo mesmo

O Partido Novo fez uma reunião ontem em Londrina, como tem feito em várias cidades do Paraná, para apresentar o projeto do partido, a forma como deseja atuar e, obviamente, angariar filiados.

Na eleição passada, o Novo elegeu quatro vereadores: Rio, São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte. Uma das resoluções do partido é que os eleitos trabalhem com o mínimo possível de estrutura. “Em São Paulo, por exemplo, são autorizados até 20 assessores. Nosso vereador tem apenas seis. Não aceitamos verba de correio e nem de combustível ou carro oficial. Se todos os vereadores destas cidades fizessem o mesmo, a economia estimada seria de R$ 800 milhões nos quatro anos de mandato”, disse o presidente estadual do Novo, Ubiratan Guimarães.

Antes da reunião em Londrina, o presidente do partido participou do Conversa Política. Veja acima.

E não se esqueça de Inscrever-se no canal AQUI.