A Carta de Puebla posta à prova por Requião

Em seu antigo blog (veja aqui), o cristão novo no PT, Roberto Requião de Mello e Silva, explicava um pouco sobre a Carta de Puebla (leia aqui), que ele sempre citava como reforço ao seu discurso de defesa dos pobres, das classes trabalhadoras.

A Carta de Puebla é resultado da Conferência Episcopal de 1979, realizada em Puebla de Los Angeles, no México. “A opção preferencial pelos pobres, expressa na Carta de Puebla, significa ter a vida como centro de qualquer projeto e assegurar aos mais necessitados o direito humano à vida em sua plenitude”.

Mas, conforme conta o jornalista Fernando Tupan, Carta de Puebla nos olhos dos outros é refresco. O petista quer se aposentar com um salário de R$ 37.589,00, o mesmo de um desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná, Roberto Requião (PT) trabalhou aproximadamente 11 anos como governador do Paraná, na semana passada ele entrou com uma ação no STF I(Supremo Tribunal Federal) para ter direito ao benefício.

Numa de suas campanhas eleitorais, disputando com o então ex-padrinho político José Richa, ele o esculhambava porque o então ex-governador tinha uma aposentadoria por ter ocupado o Palácio Iguaçu.

Já na campanha eleitoral para o governo do Paraná, no ano passado, ao ser questionado sobre a aposentadoria de governador ele foi rude com o jornalista da RCC News que direcionou uma questão sobre o assunto.

Roberto Requião deverá receber a “aposentadoria especial” porque em maio passado, o STF restabeleceu o benefício para alguns ex-governadores, da qual ele não tinha aderido.

Alguns juristas questionam o pagamento por ele já receber aposentadoria no INSS, o brasileiro pobre só pode receber uma.

Compartilhe
Leia Também
Comente

2 Comments

  1. Recursos sujos

    Requião é o maior pulha e empulhador que houve na política do Paraná e responsável pelo atraso que vivemos.
    O MPF é o Deltan que se encagaçou de denunciá-lo no esquema das propinas do pedágio por 24 anos.
    A propina dos políticos não abaixou e bem acabou.

  2. Luiz Flávio

    Requião é o autêntico Santo do Pau Oco tal qual o BOZO de triste memória. Certa vez um político de Londrina ironizou o Requeijão afirmando que a Carta que carregava embaixo do suvaco era para Inglês ver, pq na real, Requião sempre priorizou os ricos que bancavam seus devaneios, ou seja, utilizava a Carta de Puebla ao contrário, simples assim. Kkkkk

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios