A culpa é dos “coleguinhas do mal”

Weintraub – foto Geraldo Magela/Agência Senado

Como tem sido característica de sua “administração”, o Ministro da Educação, Abraham Weintraub, terceirizou as responsabilidades do caos que foi a última prova do ENEM – que registrou erros nos gabaritos entre outras coisas.

Além de considerar que as falhas no exame “não são estatisticamente significativas”, Weintraub afirmou que o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi alvo do que chamou de “chuva de fake news” por parte de grupos de parlamentares, de grupos econômicos e de parte da imprensa. Para Weintraub militantes — que se faziam passar por estudantes — pessoas que não estavam estendendo a dinâmica do processo e participantes do Enem que foram mal na prova também contribuíram para criar ruído.

Fonte: Agência Senado

Um comentário em “A culpa é dos “coleguinhas do mal”

  • 11/02/2020, 20:07 em 20:07
    Permalink

    Gente, parem de criticar Abraham Weintraub. Esse ministro é um dos melhores quadros da direita tupiniquim. Vai ser difícil encontrar na direita que ocupou o governo algum intelectual mais bem preparado que o judeu Abraham Weintraub para dirigir o ministério da Educação. Se alguém duvida, pergunte ao grande literato londrinense de sete leitores. Paulolavo Briguet

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: