Copel Telecom e Sercomtel e o novo momento

O sonho do governador Beto Richa e seu secretário do Paraná em Brasília e ex diretor da Sercomtel Participações, Amauri Escudero virou realidade.

A fusão entre a Sercomtel e a Copel Telecom, transforma as duas empresas numa das poucas que faturam mais de 1 bilhão de reais ao ano.

Estudos da própria Sercomtel indicam que em cinco anos, as empresas fundidas terão receitas superiores a 3 bilhões de reais.

O governador Beto Richa propôs a fusão das empresas, mas a ideia encontrou resistência de Luís Fernando Vianna, então presidente da Copel.

O desafio de qualquer líder de Londrina seria brigar pela sede dessa nova gigante em Londrina, mas nesse momento, tem gente ocupada com canteiros, flores e responder processos na iluminação.

Não é de duvidar que o prefeito de Curitiba e pessoas do círculo íntimo do governador já estejam articulando a manutenção da empresa na capital, pois Florianópolis seria uma das possíveis sedes do conglomerado, caso seja concretizada a compra da operadora catarinense Unifique.

Os políticos do Paraná vão perdendo a visão empreendedora de Parigot de Souza e Hosken de Novaes.

Vão liquidando nossas riquezas, e transformando-as apenas em pequenos jardineiras de rotatórias, como no caso do belinatismo (que contrata empresa de Presidente Prudente para regar as plantas).

2 thoughts on “Copel Telecom e Sercomtel e o novo momento

  • 10/11/2020, 11:37 em 11:37
    Permalink

    E a calcinha vermelha?

    Resposta
  • 10/11/2020, 14:50 em 14:50
    Permalink

    Hummmmmmm… Mega lavanderia?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: