Justiça condena servidores do IAT, advogado e fazendeiros por corrupção

de O Gazeteiro

A pedido do Ministério Público do Paraná, a Justiça condenou, pela prática do crime de corrupção, um advogado, dois ex-servidores do Instituto Água e Terra lotados em Pato Branco, dois engenheiros florestais, um empresário de Pato Branco e um casal de fazendeiros de Palmas acusados de participação em esquema de cobrança e recebimento de propina para alteração de infrações ambientais praticadas no Município de Palmas, no Centro Sul do estado. (leia mais)

Compartilhe
Leia Também
Comente

Um comentário

  1. Glaucia

    Essa é a justiça que eu gosto! Que eu acredito! Que eu anseio!
    Queria que a justiça fosse mais rápida em julgar crimes do colarinho branco. Condenar e prender políticos corruptos, porque são muitos lesando o erário. Perder o mandato. Ficar INELEGÍVEL. Obrigar a devolver o que roubou aos cofres públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios