O desconforto da família Requião no PT

Oficialmente, e nem extraoficialmente, o presidente do PT do Paraná, Arilson Chioratto, não recebeu pedido para autorizar a desfiliação de Requião Filho sem a perda do mandato.

A janela oficial pra mudanças de partido sem perda de mandato só acontece em 2026.

Mas, como informa Fernando Tupan, a situação do deputado estadual no Partido dos Trabalhadores não é exatamente confortável.

Ele ingressou no PT no ano passado para acompanhar o pai Roberto Requião, que disputaria o governo do Paraná. Requião sabia que suas chances seriam difíceis, mas imaginou que seria agraciado com algum cargo relevante no PT. Isso não aconteceu.

E agora, pai e filho, dia sim e quase o outro também criticam o partido.

Compartilhe
Leia Também
Comente

Um comentário

  1. Glaucia

    Eu sempre achei que foi um tiro no pé, a filiação do pai e do filho no PT.
    Requião Filho me parece de centro-direita. E é para lá que o moço irá , depois que o velho Requião desencarnar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios