Parte da delação premiada de Palocci é liberada: Lula comandava a bandalheira

Parte da delação de Antônio Palocci, ex-ministro e irmão/camarada de Luiz Inácio Lula da Silva, o presidiário mais famoso do Brasil, vai barulhar esta semana de eleição.

Na delação Palocci fala com todas as letras que Lula comandava os esquemas de corrupção para manter o PT no poder por longos e longos anos.

Veja abaixo:

2 comentários em “Parte da delação premiada de Palocci é liberada: Lula comandava a bandalheira

  • 01/10/2018, 23:27 em 23:27
    Permalink

    Viu como a coisa funciona? O Ministério Público Federal não aceitou a delação do Palocci por falta de provas. Aí ele deu uma “entrevista” pra polícia federal (se tivesse provas de suas acusações, com certeza já teria apresentado ao MPF) que foi enviada para o juiz Moro que vazou para a imprensa e o conteúdo é reproduzido em tudo que é blog antipetista. Moro já fez isso para ajudar o Dória (que está traindo Alckmin mas de namoro com Bolsonaro) e agora tenta eleger um governo fascista. Vamos ver se o povo brasileiro vai cair na esparrela criada pelo juiz de primeira instância.

    Resposta
  • 02/10/2018, 09:45 em 09:45
    Permalink

    Quem acredita nessa delação feita pelo ex-ministro mantido refém do Moro há dois anos? Certamente os eleitores do Bolsonaro, do Álvaro Dias (um Bolsonaro light) e, principalmente, do desesperado e delatado Geraldo Alckmin. Qualquer imbecil sabe que essa delação do Palocci foi liberada pelo Moro na tentativa de influir no resultado das eleições de domingo. A manipulação judicial dessa delação é evidente. Se vai influir no resultado eleitoral, vamos conferir no domingo. Uns dois anos atrás, quando as chicanas judiciais do Moro enganavam muitos trouxinhas, essa jogada às vésperas das eleições seria fatal para o PT. Hoje tenho minhas dúvidas.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: