Quem é 'Mestrão', flagrado aconselhando Moro durante sabatina de Dino

RODRIGO CASTRO, JOÃO PAULO SACONI E NAIRA TRINDADE / O Globo

Minutos após Flávio Dino ser aprovado ao STF pela CCJ do Senado, Sergio Moro foi flagrado recebendo conselhos pelo WhatsApp de um contato que, no celular do ex-juiz, estava apelidado de “Mestrão”. Uma das mensagens alertava que “o coro está comendo nas redes” e afirmava que um vídeo declarando voto favorável ao ministro da Justiça complicaria o futuro do senador.

Mas, afinal, quem é o interlocutor de Moro?

Trata-se de Rafael Travassos Magalhães, que trabalha no gabinete do ex-juiz da Lava-Jato e, antes, foi funcionário do deputado estadual Ricardo Arruda, no Paraná. No estado, Rafael é mencionado numa investigação por suspeita de “rachadinha”. De acordo com o portal do Senado, Magalhães está com cargo ativo junto a Moro e recebeu salário de R$ 7,1 mil em novembro.

Desde os tempos em que trabalhava com Arruda, Magalhães já era conhecido como “Mestrão”. Por chamar todo mundo de “mestre”, o assessor parlamentar passou a carregar também o apelido, no aumentativo. Moro não é o único que salvou o contato de Magalhães como “Mestrão”: outros colegas e ex-colegas de trabalho fizeram o mesmo.

Citado pelo MP do Paraná numa lista de “operações financeiras suspeitas” na equipe de Arruda, Rafael, o Mestrão de Moro, teria feito, de acordo com dados do Coaf, saques em espécie, correspondentes a 70% do rendimento que tinha quando estava lotado na Corregedoria da Assembleia Legislativa do Paraná, a Alep, chefiada por Arruda. As movimentações teriam envolvido valores repetitivos, com indícios de fracionamento, sempre em datas próximas ao final de cada mês.

A propósito, Arruda foi às redes ontem comentar a conversa de Moro com o ex-assessor. Na legenda, escreveu: “A verdade sempre aparece! Vergonha!! Traidor!!”

Procurada, a assessoria de Moro disse em nota que “a pessoa em questão, sem ter informação do voto do senador Sergio Moro, fez a sugestão somente porque distorceram o posicionamento do parlamentar nas redes após cumprimento ao ministro Dino. Em resposta, o senador disse que iria manter o sigilo do voto, que é um instrumento de proteção contra retaliação”.

Compartilhe
Leia Também
Comente

4 Comments

  1. Anubian

    Moro está com o c* na mão já que o Nine tacou o foda-se e está assumindo controle direto de todas as instâncias de poder, e como o próprio mafioso disse, só vai ficar em paz o dia que foder com todo mundo que entrou no caminho dele, e seu alvo principal obviamente é o Moro, que impediu que ele voltasse a ser presidente ainda em 2018.

    Não só o Moro aprovou a indicação do Gordão do CV pro STF como foi cumprimentar ele como uma maria chuteira tenta abraçar um jogador famoso. E podem anotar, em breve o Moro vai aparecer puxando o saco do Xandão do PCC e do STF em geral, pelo seu papel em “defesa da demogracinha”, pra ver se eles pegam leve com ele.

  2. Walace Soares de Oliveira

    Em tempos de redes sociais nasa escapa.

  3. Urubu Vermelho

    Não sei por que os bolsonaristas estão tão nervosinhos com o Moro. Não foi o PL do Bolsonaro no Paraná que, nas alegações finais da ação pra mandar Moro pra casa durante oito anos, acusou a campanha do senador de “fortes indícios de corrupção”? E além do mais, a turma do genocida não consegue esconder que ela está doida pra trocar o Moro no Senado pela ex-primeira-dama, a dama do colar de diamantes. Moro só quis ajudar a pôr o Dino na cola dessa cambada. Estamos vibrando com essa guerra tipo “morro mas você morre comigo, fdp”.

  4. Genildo

    Ninguém esta nervosinho como Moro não até porque quem tem hábito de passar pano é a esquerda, a filosofia da direita é a de que quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios