Ratinho diz que a greve é ilegal

Do blog Politicamente

O governador Ratinho Junior comentou a greve deflagrada pelos professores da rede estadual de ensino na manhã desta segunda-feira (3) como reação ao projeto “Parceiro da Escola” formatado pelo Palácio Iguaçu, que prevê a terceirização da gestão administrativa de 200 escolas públicas do Paraná. Pela manhã, Ratinho participou de um evento no Guatupê de investimentos e entrega de viaturas para as forças de segurança.

Ratinho afirmou que a greve é política e ilegal e que a adesão é baixíssima, com a permanência de muitos alunos dentro da sala de aula. “A grave é ilegal e tem baixíssima adesão. Em sua grande maioria os alunos estão tendo aula normal, o que é um bom sinal e mostra a maturidade dos nossos professores e diretores que entendem que os sindicalistas fizeram um monte de fake news sobre este projeto que esta sendo sendo votado. Ele já acontece na Inglaterra, Canadá e em outros países. Estamos trazendo o que é de mais moderno para nossa educação, justamente para ajudar os diretores e todo o sistema pedagógico a trabalhar e não ter que cuidar de lâmpada apagada, de descarga estragada no banheiro, questão do uniforme escolar”, disse Ratinho.

Um balanço divulgado no fim da manhã pela Secretaria da Educação informa que 87% das mais de 2 mil escolas da rede estadual estão funcionando normalmente, sem adesão de professores à greve convocada pelo sindicato da categoria. Além disso, todas as escolas, 100% da rede, estão com alguma aula em andamento após um trabalho preventivo de uso de tecnologia e substituição de professores.

O governador ainda disse, com base em informações do setor de inteligência da Polícia Militar do Paraná, que entre os manifestantes estariam professores da Universidade Federal que estão em greve. “A gente viu, através da inteligência da PM, que muitos manifestantes são professores da Universidade Federal que estão em greve contra o Governo Federal. Estão usando esta votação para tentar engrossar a greve das universidades federais.

Em entrevista à imprensa, Ratinho justificou o regime de urgência do projeto Parceiro da Escola. “A urgência é necessária porque é uma pauta importante e nós temos um prazo para implantar isso ano que vem. Até novembro, temos que fazer toda a consulta com os pais, professores, escolas e diretores. Temos aí quatro, cinco meses para fazer esta consulta”, explicou o governador.

Por fim, Ratinho disse que não será ele que vai implantar o projeto Parceiro da Escola e sim “os pais que votam junto com professores se querem este modelo, de forma democrática, ouvindo a sociedade e ouvindo quem paga a conta que é o pai e mãe”.

O Parceiro da Escola será instalado mediante consulta pública junto à comunidade escolar, em modelo similar das consultas das cívico-militares. A ideia é que a consulta aconteça em 200 escolas de cerca de 110 cidades – o número corresponde a cerca de 10% da rede.

 

Compartilhe
Leia Também
Comente

Um comentário

  1. Professora Ivete

    Esse ex deputado é famoso no meio de manifestação de professores.
    Triste caminho que esse Rato Jr tá seguindo.

  2. Genildo

    Ilegal é o calote que Rato Jr. aplica nos servidores estaduais com o apoio da ALEP e de deputados aliados, muitos dos quais candidatos a prefeituras, inclusive a de Londrina.
    Ansioso para que ele me venha pedir voto……….

  3. Bispo Ramos

    O eleitorado bolsonarista é incontestavelmente majoritário no Paraná. Sim, Bolsonaro e Ratinho Jr. obtiveram vitórias expressivas no Paraná, inclusive em Londrina. Presumo que o eleitorado londrinense, em particular, e o paranaense, em geral, devem estar aplaudindo a privatização das escolas públicas e torcendo para ser aprovado o projeto de lei que privatiza as praias, relatado exatamente pelo filho do Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro. Ratinho Jr. deve ser aplaudido pelo seu eleitorado por ter economizado tanto dinheiro durante sua administração que agora há recursos suficientes para o pagamento das empresas que assumirão as escolas estaduais. Com essa medida, certamente Ratinho Jr. se cacifa para ser candidato a presidente do Brasil com o apoio maciço de Bolsonaro & sons e dos membros da seita que ele comanda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios