Richa vira réu em ação penal acusado de descumprir convênio

foto: Arnaldo Alves / ANPr.

A vida deixou de ser um mar de rosas para o ex-governador Beto Richa. Desde que ele deixou de ser governador para ser candidato ao Senado, e perdeu o famigerado Foro Privilegiado, o caldo entornou.

Agora o juiz federal Nivaldo Brunoni, da 23ª Vara da Justiça Federal em Curitiba, acatou a denúncia do Ministério Público Federal (MPF), que acusa Richa de ter aplicado de forma irregular verbas federais de saúde quando ele ainda era prefeito de Curitiba.

Segundo o MPF o então ex-prefeito teria feito desvio de finalidade na aplicação da verba federal, no valor de R$ 100 mil, para reformar unidades de saúde entre 2006 e 2008. O valor era destinado a reformas em três unidades de saúde: Unidade Municipal de Saúde Abaeté, Unidade Municipal de Saúde Parque Industrial e Unidade Municipal de Saúde Vila Machado, mas a prestação de contas mostrou que só 26% dos serviços foram executados. (leia mais)

 

Um comentário em “Richa vira réu em ação penal acusado de descumprir convênio

  • 28/06/2018, 11:19 em 11:19
    Permalink

    Como Beto Richa é tucano e como o padrão do tratamento do judiciário com esses seres superiores é soft, o ex-governador não precisa ter grandes preocupações. Mas se ele se chamasse Beto Dirceu, já estava em cana há muito tempo…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: