Londrina Iluminação registra o primeiro prejuizo em sua breve história

Que a história não se repita, mas em 1964, o prefeito (e depois ex-governador de 1982) Hosken de Novaes, com as melhores intenções, criou o departamento de comunicações do batido chão vermelho, que virou em 1968 a Sercomtel.
A estatal Sercomtel foi a marca da resistência londrinense, sobreviveu as tentativas de encampação da Telepar/Telebrás, do então General Allencastro, e fez expansões à revelia do ministro das Comunicações de José Sarney, o babalorixá baiano Antônio Carlos Magalhães, que no final da queda de braço, veio ao torrão vermelho aumentar as concessões interurbanas, deixando de sequestrar as receitas da telefônica municipal.
A Londrina Iluminação, ex-Sercomtel Iluminação, faz bonito na cidade, como fez a Sercomtel (aliás a marca Sercomtel está em processo de desaparecimento, essa Expo lembra o Banespa-Santander, Santander-Banespa, Santander e agora Sercomtel-Copel Telecom, Ligga Telecom-Sercomtel, Ligga Telecom).
Voltando à estatal repaginada por Marcelo Belinati – Londrina iluminação, entre conselheiros, membros de comitês e diretores remunerados, o número já alcança a impressionante marca de quinze pessoas, sem contar os assessores comissionados sem concurso.
Esse tipo de comportamento (criação de vagas na estrutura empresarial estatal), não deveria existir após o lava-jatismo e a confusão na Petrobrás, que frases como “aquela diretoria que fura poço” não sejam transmutadas na “diretoria que troca lâmpadas”.
Não se esqueçam, que em cada conta de luz londrinense, arrecada-se R$ 30,00 por mês ou R$ 360,00 por ano, e que o contribuinte e cidadão espera zelo, economicidade, e cuidado na gestão da coisa pública. Se o dinheiro é fácil de arrecadar (na conta de luz), cada bilhete aéreo da estatal hoje deficitária deveria ser impresso com parcimônia.

veja:

https://www.sercomteliluminacao.com.br/#1481043692812-c05e4b3f-258f

https://www.sercomteliluminacao.com.br/#1560198352593-2c429244-9742

Leia Também

Confusão na Câmara de Curitiba, vereador alega que email com mensagens racistas é falso

O Partido PATRIOTA do Paraná, através de seu Presidente Estadual, Nivaldo Ramos, repudia a divulgação...

Servidor, pai solo, terá 180 dias de licença

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por unanimidade nesta quinta-feira (12) que servidores públicos que...

A rede do ódio

da Veja Filho Zero Dois do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro ficou conhecido como a...

Comente!

guest
12 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Paçoca com amor
Paçoca com amor
1 mês atrás

Parabéns pela nova sede administrativa alugada no Twin Towers por meros quase 300 mil reais por 60 meses, igual a mesma sede alugada pelo PT na época da CODEL de João Rezende e companhia ilimitada.
Aliás os donos das salas daquele edifício gostam muito das prefeituras municipais que esbanjam dinheiro público.
Aliás as salas não utilizadas na Rodoviária de Londrina agradecem o não uso.

http://www.sercomtelcontactcenter.com.br/portal/londrina-iluminacao-inexigibilidade-002-2021?download=99:londrina-iluminacao-inexigibilidade-002-2021

b) Informado sobre a publicação do Edital de Pesquisa Pública de mercado nº 001/2021 com o intuito de prospectar imóveis que poderão ser locados com a finalidade de alocar a nova sede administrativa da Sercomtel Iluminação S.A.

https://www.sercomteliluminacao.com.br/wp-content/uploads/2021/06/Sumula-da-Ata-da-99%C2%AA-Reuni%C3%A3o-do-Conselho-de-Administra%C3%A7%C3%A3o.pdf

Naldinha
Naldinha
Reply to  Paçoca com amor
1 mês atrás

Paçoca com amor, onde anda o luciano kul?

Mari
Mari
1 mês atrás

Já os funcionários concursados da Sercomtel hoje são celetistas, perdendo todos os direitos

Gilberto
Gilberto
1 mês atrás

A Londrina Iluminação, na condição de empresa, é de uma inutilidade gritante. Infelizmente Kireeff inventou a Sercomtel Iluminação para ajudar financeiramente a deficitária Sercomtel. Com a privatização da Sercomtel, não tem sequer uma justificativa para continuar existindo. O dinheiro arrecadado com o pagamento mensal da Taxa de Iluminação Pública é dinheiro certo e completamente previsível. Para garantir sua arrecadação não há necessidade de nenhum especialista. É dinheiro que cai todo mês no cofrão do município. No lugar da Londrina Iluminação, poderíamos ter apenas um departamento de iluminação na Secretaria de Obras. E a relação custo – benefício seria o melhor possível para os contribuintes e moradores da cidade.

Gilberto
Gilberto
1 mês atrás

Epa! Seria a melhor possível! Obrigado ao meu colega atento pela correção, que também acredita que Londrina está jogando dinheiro fora com a Londrina Iluminação.

Corretor
Corretor
1 mês atrás

Um absurdo prefeito Permitir isso. Todo esse valor para aluguel? Poderia ser em outros prédios e mais simples. Aliás, já passou da hora da Câmara fiscalizar quantidades de alugueres nesse mandato.

Marino
Marino
1 mês atrás

Vergonha esse Prejuízo. Começou….

Satanás
Satanás
1 mês atrás

Caraca! Como o custo de vida em Londrina anda alto! Quando a gente poderia imaginar que uma firma passaria aperto por trocar lâmpadas em postes? Quá! Quá! Quá!

Carlos
Carlos
1 mês atrás

À SCTEL Telecom demorou uns 45 anos para entrar no vermelho. Estes caras são mágicos E DEVERIAM RECEBER UM TROFÉU. A Iluminação não tem nem 5 anos KKKKKKK e é outra que vai para o brejo seguindo a Call Center. Da pena dos funcionários.

Carlos
Carlos
1 mês atrás

Seguinte, a solução é a Terceirização da Iluminação emviando o alto escalão ir mamar em outras empresas Públicas ou Prefeituras. Fala com o Ricardo Barros que é especialista com Pós-Doutorado em arrumar boquinhas como fez com a Cida que trabalha na ITAIPU ganhando em Dólar. É mole?

Campos
Campos
Reply to  Carlos
1 mês atrás

Terceirizar a troca de lâmpadas queimadas em postes? Só se a administração municipal for (ou se considerar) completamente incompetente.

Carlos
Carlos
Reply to  Campos
1 mês atrás

Se for competente não há como desviar recursos.