6 a 5 no STF: Lula bem mais perto da prisão

E na madrugada de hoje mais um passo foi dado para o fim da farra dos que abusam dos recursos jurídicos para se livrarem de condenações.

Por 6 votos a 5 o Supremo Tribunal Federal negou o habeas corpus preventivo para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado a 12 anos de prisão pelo caso Triplex.

Veja como votaram os ministros:

Como votaram os ministros do Supremo Tribunal Federal:

1. Edson Fachin (relator) – A FAVOR DA PRISÃO

2. Gilmar Mendes – CONTRA A PRISÃO

3. Alexandre de Moraes – A FAVOR DA PRISÃO

4. Luís Roberto Barroso – A FAVOR DA PRISÃO

5. Rosa Weber – A FAVOR DA PRISÃO

6. Luiz Fux – A FAVOR DA PRISÃO

7. Dias Toffoli – CONTRA A PRISÃO

8. Ricardo Lewandowski – CONTRA A PRISÃO

9. Marco Aurélio Mello – CONTRA A PRISÃO

10. Celso de Mello – CONTRA A PRISÃO

11. Cármen Lúcia – A FAVOR DA PRISÃO

5 comentários em “6 a 5 no STF: Lula bem mais perto da prisão

  • 05/04/2018, 10:25 em 10:25
    Permalink

    O blogueiro acha legal pôr a Constituição na lata de lixo para pôr fim à farra dos que abusam de recursos jurídicos para se livrarem de condenações? O que se deve fazer, então, são mudanças no processo judicial. E a morosidade da justiça também não é fator para favorecer (ou prejudicar) pessoas processadas? Notícia postada aqui ontem dava notícia de que o ex-deputado André Vargas aguarda há sete meses por uma decisão do STF. E o ministro do STF que, há quadro anos, não decide sobre o fim do auxílio-moradia que beneficia seus pares… O mesmo STF de ontem julgou rapidamente os envolvidos no mensalão petista mas facilitou a vida dos tucanos envolvidos num mensalão mais antigo que o do PT e até hoje não existe um tucano por causa de seu mensalão. A decisão ontem não foi para estabelecer mais justiça no país. Ao contrário.

    Resposta
  • 05/04/2018, 11:41 em 11:41
    Permalink

    – Máxima vênia, parece até que o blogueiro não é uma pessoa esclarecida! O Brasil perdeu. A Democracia e o Estado Democrático de Direito perderam, e, com isto, consequentemente, quem perdeu foi o próprio povo brasileiro que deu ordem para jogar no lixo seus próprios direitos e garantias fundamentais, direitos, estes, conquistados ao longo dos anos pela civilização (mundo todo) às custas de muito sofrimento e derramamento de sangue. Quem viveu 1.964 que o diga!

    Resposta
  • 05/04/2018, 12:34 em 12:34
    Permalink

    Está sendo deveras divertido assistir os militantes petistas nas redes sociais. Eles, como parte da esquerda, “representam” a causa feminista, defendendo mulheres, empoderamento, grelo duro e etc; mas como os dois votos mais prominentes contra o “Supremo Messias Intocável que Tirou 6 Trilhões da Pobreza e Fez o Pobre ir Para a Faculdade de Avião™” foram justamente o das duas mulheres – Rosa Weber por ter sido o verdadeiro voto surpresa que virou o jogo e o da Carmem Lúcia como voto de Minerva, estão pipocando declarações de amor e tolerância como “Rosa Weber vadia do caralho merece morrer” e “Alguém mete um tiro na cara dessa puta da Carmem Lúcia pelo amor de Deus” vindas da galerinha que lacra o 13, que não tarda a figurar nos perfis de ódio do Bem e logo em seguida acabam tendo que fechar o perfil.

    Mas sobre o tópico em questão: acho que o Troféu Óleo de Peroba vai pro Gilmar Mendes que dois anos atrás votou um caso idêntico de forma totalmente contrária, invocando justamente a questão da protelação sem fim, mas quando o réu é o padrinho, mudou totalmente de opinião e ainda ficou pistola com os jornalistas que questionaram a mudança abrupta de posicionamento.

    Resposta
    • 05/04/2018, 17:47 em 17:47
      Permalink

      Lacertile, Lula no STF não era réu, era requerente, peticionário de Habeas Corpus. E Gilmar Mendes não é padrinho do Lula, é padrinho do Aécio e compadre do Temer. Gilmar não dá ponto sem nó. Conceder HC pro Lula agora, impedindo sua prisão após condenação sem segunda instância, seria garantir lá na frente o mesmo para alguns de seus apadrinhados. Entendeu? E não vi até agora nenhum petista se referindo às duas ministras usando os termos chulos e agressivos que você cita. Ao contrário, vejo críticas bem fundamentadas. Por exemplo, a incoerência da ministra Rosa Weber argumentando que a não concessão de HC a Lula poderia ser inconstitucional mas votando por essa inconstitucionalidade. Saudações democráticas. Sempre. Fascismo nunca!!!

      Resposta
    • 05/04/2018, 19:12 em 19:12
      Permalink

      Lacertile, como você até sabe usar a palavra “deveras”, acredito que você vai me entender. Você já sabe o que é “agente provocador”? Ou pelo menos já ouviu falar em “agente provocador”? Em caso positivo, melhor distinguir expressões da “galerinha (35% dos eleitores brasileiros, meu chapa) que lacra o 13” de verdadeiros agentes provocadores de cepa fascista.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: