A greve continua, companheiro

Aurélio Albano/Sindiprol/Aduel
Aurélio Albano/Sindiprol/Aduel

Várias categorias de servidores estaduais de Londrina e região decidiram se manter mobilizados. A retirada do Pacotaço do Beto Richa que seria votado ontem, não refreou os ânimos. O sentimento ainda é de muita indignação e de forte resistência às medidas que retiram direitos e ameaçam a previdência dos servidores públicos estaduais, e também atacam a autonomia das Universidades.

HOje de manhã, no Calçadão de Londrina, estiveram presentes professores, funcionários técnico-administrativos e demais servidores do Hospital Universitário (HU) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), professores da Rede Estadual de Ensino, trabalhadores da Saúde (dos hospitais da Zona Norte e Zona Sul), agentes penitenciários e representantes de servidores de outras cidades da região.

Os manifestantes – aproximadamente 2 mil, segundo os manifestantes – se reuniram em frente ao Teatro Ouro Verde, por volta de 9 horas, e em seguida saíram em passeada por várias ruas da cidade, voltando a se reunir em frente ao Ouro Verde, onde dirigentes dos sindicatos das categorias presentes, como Sindiprol/Aduel, Assuel e APP Sindicato, falaram sobre a necessidade de manter o movimento.

Deixe uma resposta