Bolsonaro diz que indicação do filho para embaixada “atende o interesse público”

do Estadão

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender nesta quinta-feira, 18, a indicação do seu filho, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), para a embaixada brasileira em Washington, nos Estados Unidos, com o argumento de que ele poderá ter um bom relacionamento com o governo americano. Ele também citou a indicação de um ex-deputado do PT Tilden Santiago para a embaixada de Havana, em Cuba, pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e o nome do diplomata e político Oswaldo Aranha, com o argumento de que indicações políticas para o comando das representações diplomáticas já foram realizadas antes.

“Você tem que ver o seguinte: é legal? É. Tem algum impedimento? Não tem impedimento. Atende o interesse público, qual o grande papel do embaixador? Não é o bom relacionamento com o chefe de Estado daquele outro país? Atende isso? Atende. É simples o negócio”, disse ao deixar o Palácio da Alvorada em direção ao Palácio do Planalto. (leia mais)

3 comentários em “Bolsonaro diz que indicação do filho para embaixada “atende o interesse público”

  • 18/07/2019, 16:49 em 16:49
    Permalink

    Que tal variar e postar um pouco das materias do Intercep Brasil? Ainda é fã do Batman e Robin? Ops, Moro Dallagnoll? A verdade sempre aparece. E logo vcs vao descobrir o que esta por tras do Belinatismo 2.0.

    Resposta
  • 18/07/2019, 22:07 em 22:07
    Permalink

    Só um pai cego e nepotista pode comparar um filho medíocre no parlamento a Oswaldo Aranha e até mesmo a Tilden Santiago. Basta pegar a biografia do Oswaldo Aranha e comparar com a do filho e o Bolsonaro vai (ou deveria) constatar que seu filho é um, com perdão da palavra, bosta. Oswaldo Aranha chegou a ser nomeado para o Prêmio Nobel da Paz enquanto o Zero Três é um pregador de ódio medíocre. Quero ver se os senadores vão ter coragem de arrostar o ditador de caserna e manter o Edward Bowsownarow em seu devido lugar: nas penumbras da política fascista e na bajulação ao Tramp.

    Resposta
  • 18/07/2019, 22:30 em 22:30
    Permalink

    Se alguém acha que a comédia bananeira patrocinada pelo chefe do clã pode se completar com a nomeação do Zero Três como embaixador nos Estados Unidos, pode se enganar. Talvez tenhamos novidades se o senado se recusar a satisfazer o desejo do pai do fritador de hambúrguer do Maine. Sim, o presidente pode nomeá-lo chanceler! E aí o pai e seu chanceler vão dar a embaixada do Brasil nos Estados Unidos ao Zero Dois. Quero ver que senador vai ter coragem de encarar a Glock .40 do Carluxo! Quá! Quá! Quá!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: