Claro, claro…

do Carlos Brieckman

Relembremos os fatos: a CNN telefonou para o deputado Osmar Terra, ele atendeu, pediu licença para atender outro telefone, esqueceu de desligar. A CNN ouviu e gravou toda a conversa de Osmar com Onyx Lorenzoni, o ministro da Cidadania de Bolsonaro. Na conversa, observam parlamentares que o conhecem bem, Terra foi mais polido do que o habitual. E Onyx se queixou de Bolsonaro, que depois de falar várias vezes em demitir Mandetta não apenas não o demitiu, como não conseguiu sequer fazê-lo mudar a linha de atuação. Onyx disse que, se fosse o presidente, não teria dúvidas em cortar a cabeça de Mandetta.
Que é que Bolsonaro deve pensar da conversa?

…sem dúvida…

Digamos que a CNN teve a sorte danada de ligar para Osmar Terra bem na hora em que ele receberia a ligação de Onyx. Teve também a sorte de ele ter esquecido de desligar o celular. Mais sorte ainda, de ele ter conversado com Onyx no viva-voz (do contrário, teriam gravado só a parte de Terra). Já Terra teve a sorte de não dizer nada que o comprometesse e de ser bem mais polido que o habitual.

Onyx não teve a mesma sorte de Terra e se queixou do presidente em conversa gravada. Ah, as coisas que acontecem por acaso!

…alguma

Há pouco tempo, numa reacomodação ministerial, Bolsonaro colocou Onyx no lugar de Terra. Mas ambos continuaram amigos, como fica claro no telefonema gravado. É verdade. Um é muito amigo. O outro, muyamigo.

One thought on “Claro, claro…

  • 12/04/2020, 19:50 em 19:50
    Permalink

    Olhem só nas mãos de quem o Brasil está! Um médico metido a sabido que virou consultor de um presidente maluco, irresponsável e adorador de torturadores. Aliás, esse médico faz de tudo para ganhar de novo um ministério e voltar a frequentar o palácio do presidente. Já esse ministro, olhem o nível da conversa do ministro de um país que está sendo assolado por uma pandemia. Vagabundos!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: