Ex-prefeito de Londrina é indiciado pelo Gaeco

Se o PSDB de Londrina estava querendo mesmo emplacara o nome do ex-vereador Gerson Araújo como candidato a prefeito ou mesmo vice na chapa do atual Alexandre Kireeff (PSD) vai ter que repensar o assunto.

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) indiciou Araújo por estelionato. Ele é acusado – durante o período que ocupou o cargo de prefeito, em 2012 – de supostas irregularidades na venda de um terreno na zona norte da cidade em que o beneficiário seria a encrencada construtora Iguaçu do Brasil. Também foi indiciado o ex-assessor parlamentar do ex-vereador, William Godoy.

Em entrevista ao portal Bonde, o delegado Alan Flore disse que “em outubro de 2012, a família proprietária da área em questão, que negociava a venda do local com a Iguaçu, foi procurada pelo William Godoy, então chefe de gabinete de Gérson Araújo (prefeito à época). Em uma ligação, o assessor disse para a família que a prefeitura tinha interesse de construir uma Vila Olímpica no terreno, e estimulou os proprietários a venderem o local para evitar um possível processo de desapropriação”, explicou Flore.
Segundo o delegado, o então chefe de gabinete atuou de forma decisiva para convencer a família a vender a área para a Iguaçu. “O interessante é que não existia nenhum projeto, por parte da Prefeitura de Londrina, para o referido terreno”, observou. (leia mais aqui)

Um comentário em “Ex-prefeito de Londrina é indiciado pelo Gaeco

  • 23/10/2015, 17:44 em 17:44
    Permalink

    É o cara que se diz chefe de gabinete que fez. Como pode ser infantil este personagem

    Resposta
  • 23/10/2015, 21:16 em 21:16
    Permalink

    O líder do PSDB na Câmara Federal disse a respeito do evangélico presidente daquela Casa: “Eduardo Cunha tem o benefício da dúvida”. Vamos dizer o mesmo ao pastor Gerson Araújo (do partido do Aécio): “O senhor também tem o benefício da dúvida”. Aliás, os dois não teriam o benefício da dúvida se fossem petistas. Estes, antes mesmo de serem investigados, já estão condenados.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: