GAECO denuncia fazendeiros e fiscais ambientais da região de Assaí

do MPPR

Sete proprietários rurais e empresários foram denunciados pelo Ministério Público do Paraná na última sexta-feira, 7 de agosto, por associação criminosa armada e corrupção ativa. A denúncia foi oferecida à Vara Criminal de Assaí, no Norte Pioneiro do estado, pelo núcleo de Londrina do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Segundo a denúncia, de 2008 a 2019, o grupo manteve um acordo com ao menos cinco policiais militares lotados em um posto da Polícia Ambiental na Rodovia PR-218 para, mediante pagamento de vantagens indevidas, receberem segurança patrimonial e pessoal. O serviço era prestado com uso de viaturas, armamentos e fardamento oficial, além de consulta aos sistemas da Polícia Militar Paraná.

Caçadas ilegais – As investigações apuraram que os policiais militares também impediam qualquer fiscalização ambiental nas propriedades dos denunciados. Foi até mesmo construído um posto policial no interior da fazenda de um dos empresários, sem qualquer procedimento oficial da Polícia Ambiental/Força Verde para autorizar a sua implantação.

As provas recolhidas durante as investigações apontam ainda que, além de fornecerem segurança com equipamentos da PM, inclusive em horário de expediente, e de omitirem-se na fiscalização, os policiais da Força Verde chegaram a participar de caçadas de animais silvestres no interior das fazendas, quando deveriam coibir tal prática ilegal.  Os pagamentos indevidos aos PMs teriam sido realizados mensalmente por 28 anos, sendo que os últimos valores repassados giraram em torno de R$ 1 mil a R$ 2 mil. O MPPR também buscará a responsabilização dos policiais a partir de denúncia à Vara da Auditoria da Justiça Militar Estadual. Veja a denuncia completa:

3 thoughts on “GAECO denuncia fazendeiros e fiscais ambientais da região de Assaí

  • 11/08/2020, 14:54 em 14:54
    Permalink

    Esse promotor é muito bom. Sua atuação salta aos olhos. A Justiça deveria olhar com mais atenção suas denúncias. O trabalho para a coletividade que presta pilhando certos políticos não tem valor em dinheiro que pague. Tem colocar esses marginais para sambar msm. Isso é atitude de polícia? Se isso já foi aceito um dia pelo comando, deveria mudar isso sim. Parabéns!

    Resposta
  • 11/08/2020, 15:36 em 15:36
    Permalink

    O Gaeco vai ter de suar muito pra conseguir punir empresários, policiais militares e fazendeiros. Era fácil quando a caçada era pra pegar o PT e os petistas. Não quero desanimar ninguém, mas as chances dessa denúncia prosperar é zero!

    Resposta
  • 11/08/2020, 15:58 em 15:58
    Permalink

    Concordo em partes, mas discordo do desfecho. Hoje tem mais tucanos e pepistas presos do que petistas. Hélio Ogama é um deles. Faz quase um ano que está cumprindo pena no Complexo Médico de Pinhais. Mais uma meia dúzia de suspeitos sendo expulsos da corporação.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: