Luiz Fux quer colocar ordem no STF

do Antagonista

O ministro Luiz Fux, novo presidente do Supremo Tribunal Federal, parece disposto a limpar a reputação do Supremo Tribunal Federal, tisnada com as decisões de alguns ministros em processos da Lava Jato e assemelhados. O primeiro passo foi dado agora há pouco, com a sua proposta de retirar das turmas as ações penais que correm no tribunal. Seu argumento técnico foi o de que já não há tantos processos criminais que precisem ser divididos entre as duas turmas, para agilizar o seu andamento — e, portanto, eles podem voltar a ser julgados em plenário, como ocorria até 2014. A proposta de Fux foi aprovada pelo plenário da corte, sob resmungo de Gilmar Mendes. Impossível resistir a um argumento técnico desses.

Com isso, Gilmar, Ricardo Lewandowski não terão mais o caminho totalmente desimpedido para continuar no seu progressivo trabalho de destruição da Lava Jato na Segunda Turma — trabalho que ganharia um coadjuvante na figura do hoje desembargador Kassio Marques, o indicado de Jair Bolsonaro para ocupar a vaga de Celso Mello. Ele deverá integrar também a Segunda Turma, caso a indicação resista à revelação pela Crusoé de que o desembargador plagiou um advogado na sua tese de mestrado apresentada numa faculdade de Lisboa.  O presidente do STF antecipou-se a esse movimento em favor da impunidade, feito em coordenação com o presidente da República. Ficará mais complicado declarar Sergio Moro suspeito e anular as condenações de Lula inapelavelmente.

One thought on “Luiz Fux quer colocar ordem no STF

  • 07/10/2020, 19:53 em 19:53
    Permalink

    Continua o “foda-se a Constituição, foda-se a Democracia”. Como o cidadão não foi convidado para o rega-bofe presidencial, agora resolveu botar as manguinhas de fora. E de quebra, leva uma boia ao ex-juiz e ex-ministro que vê seu projeto presidencial se afundar irremediavelmente. Aha-uhu! O Fux é nosso! E a AntaCorista baba…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: