Lula e a malandragem no Hospital

Do Zé Beto

A revista Época desta semana informa que “o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos, um ex-delegado influente na PF e Lula tiveram encontros no hospital Sírio-Libanês. E lá se traçaram novas estratégias contra a investigação e para proteger a Odebrecht” da Operação Lava Jato (ler abaixo). Isso comprova que o país está, de fato, doente e que, para encontros com esta finalidade, comprovada a denúncia, seria melhor o ambiente de um manicômio.

As reuniões de Lula, advogados e policiais federais para tentar abafar a Lava Jato

O ex-ministro da Justiça Márcio Thomaz Bastos ocupava uma das unidades de internação do Sírio naquela semana, desde o dia 13 de novembro. Bastos era o responsável pela defesa da Odebrecht e da Camargo Corrêa. Despachava do hospital, ignorando orientações médicas e pedidos da família. Apesar do estado de saúde debilitado, ele monitorava, desenhava as estratégias e repassava a sua equipe e a outros advogados envolvidos na operação as tarefas da defesa. Naquela semana, além das visitas dos advogados, Bastos se encontrou com o ex-delegado da Polícia Federal Jaber Makul Hanna Saadi, que também estava internado no Sírio-Libanês, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Àquela altura, a Lava Jato estava na sétima fase, a do Juízo Final. No dia 14 de novembro, levara para a cadeia o ex-­diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, empresários poderosos – e, também, recolhera documentos nas sedes de grandes empreiteiras do país.

Um comentário em “Lula e a malandragem no Hospital

  • 11/10/2015, 19:28 em 19:28
    Permalink

    E quem passou essa informação para a revista Época? Teria sido Lula? Ou seria o ex-ministro Márcio Thomaz Bastos? Pode também ser uma secretária ad-hoc que Lula e o dr. Márcio contrataram para lavrar a ata da reunião.! Bons tempos eram aqueles que existiam bons jornalistas e bons jornalistas tinham credibilidade…

    Resposta
  • 12/10/2015, 07:45 em 07:45
    Permalink

    Dos personagens desta historia, um o gramulhão já levou, agora falta o outro depois dizem que pinga mata.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: