O blog não demitirá o editor que é indemitível

O caso da jornalista americana é mais comum do que se imagina. No Brasil, devido a guerra interminável, e muitas vezes com pouco sentido, entre a esquerda e a direita, quem procura ser ponderado acaba levando tiro de todo lado.

A impressão que se passa é que os ambientes jornalísticos estão entrando na guerra. Eu já trabalhei em diversas redações e sempre havia pluralidade de opiniões, e mesmo quando rolava confronto de ideias, não me recordo de agressividade acima do tom nos debates.

Parece que a midia, de uma forma geral, seja por convicção ideológica ou financeira, está seguindo um caminho mais complicado do ponto de vista da informação, que é a primeira vítima na maioria das vezes.

Este blog, que é informativo, também é de opinião. Não se apega a rótulos ou defesa de grupos. Já publiquei inúmeros comentários e artigos que eu particularmente não concordo, mas considero que são importantes para o debate. É com pluralidade de informações e de opiniões que conseguimos formar a nossa própria opinião.

O blog não tem o menor pendão para ser dono da verdade. Aliás, nota-se por aí que a verdade já tem donos demais. Não precisa de mais um.

Quem lê os comentários aqui no blog, ou comenta nos posts que são replicados na fanpage do blog no facebook já deve ter notado isso.

E provoca algumas curiosidades. Quem é de esquerda mais radical tem absoluta certeza de que o blogueiro é de direita. Quem é de direita diz que o blog é esquerdista de andar com camiseta do Guevara gritando Lula Preso (ops, Livre).

A boa notícia é que, ao contrário de muitos jornalistas que perdem o emprego por suas opiniões, este blogueiro tem absoluta certeza que eu mesmo não irei me demitir por nada neste mundo.

Então, segue o jogo, mas com restrição de presença de público por causa da pandemia.

 

6 thoughts on “O blog não demitirá o editor que é indemitível

  • 16/07/2020, 14:58 em 14:58
    Permalink

    Às vezes, quem “procura ser ponderado” também dá uns tirinhos pros lados da direita e lança uns petardos na direção da esquerda. Natural que também leve o troco dos dois lados mas também recebe, dependendo das circunstâncias, aplausos de um lado ou de outro. Alternativamente, lógico. Enquanto essas porradas ficam no plano figurado, isto é, ideológico, tudo bem. Faz parte do jogo.

    Resposta
  • 16/07/2020, 17:53 em 17:53
    Permalink

    Confesso que não é sempre que concordo com o modo deste blog de fazer jornalismo. Entendo que a imprensa precisa ser imparcial, abrangente (publicar tudo, não somente o que gosta ou não). Mas, antes e acima de tudo, é necessário que a imprensa seja livre. E nos deparar com jornalistas de quem discordamos ou mesmo que a gente não considere como tais é o preço (e é extremamente barato) pela liberdade da imprensa. Continue me desgostando com o teu jornalismo. Mesmo que às custas de meu dissabor, considero que isto é uma promoção pura do Estado Democrático de Direito.

    Resposta
  • 16/07/2020, 21:24 em 21:24
    Permalink

    Então, segundo o site direitista O Antagonista, o New York Times despediu a jornalista Bari Weiss por publicar textos conservadores. Aqui no Brasil, a CNN acabou de afastar um advogado por ter criticado o Bolsonaro em um debate com o comentarista Caio Coppola. A solução é enviar o nosso advogado ao New York Times e trazer a jornalista gringa pra trabalhar na CNN. As empresas são livres pra contratar ou demitir quem elas quiserem. Com justa ou sem justa causa. O que me deixa p. da vida é um governinho fascista, que arrecada impostos de todos os cidadãos, sejam de direita ou de esquerda, mas põe na rua funcionários petistas ou supostamente petistas ou não o bastante fascistas e enche o governo de companheiros fardados ou não.

    Resposta
  • 17/07/2020, 11:01 em 11:01
    Permalink

    Não a toa goza de prestígio das mais diversas pessoas e autoridades. O prestimoso faz o que muitos veículos deveriam fazer: informar. A escola do radiojornalismo de Londrina – com todo respeito – tende a ser mais opinativo que informativo. E isso contamina negativamente os demais veículos. Sei que radialistas sofrem com condições de trabalho. Mas o fato de não ter saído do rádio não significa ser um jornalista ruim. Londrina infelizmente sofre disso. Assim penso eu.

    Resposta
  • 17/07/2020, 11:09 em 11:09
    Permalink

    Cadê a dona Glaucia? Parou de comentar por causa de mim? Trate de voltar. O espaço aqui é é o perigoso. As vezes vai gente presa igual na Password, mas se for só uma senhora cuidando da neta seja bem vinda. Senão o Paçoca me bota pra correr.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: