Preso, dono do Guaraná Dolly diz que a culpa é da Coca Cola

do G1

foto jornal Extra

Polícia Militar prendeu, na manhã desta quinta-feira (10), o dono da empresa de refrigerantes Dolly, Laerte Codonho, em sua casa na Granja Viana, em Cotia, na Grande São Paulo. As investigações apontam fraude fiscal estruturada, organização criminosa e lavagem de dinheiro. O dinheiro desviado com a fraude é estimado em R$ 4 bilhões.

Codonho teve a prisão temporária decretada e foi levado ao 77º D.P. (Distrito Policial), onde chegou por volta do meio-dia, segurando um papel com os dizeres: “Preso pela Coca-Cola”.

Ao G1, a Coca-Cola respondeu que “não comenta processos judiciais em que não esteja envolvida”. (leia mais)

Deixe uma resposta