Sem apresentar provas, vereadora acusa vereadores de venderem o voto

A Câmara de Londrina está mais agitada do que sonrisal pra curar ressaca.

O prefeito Marcelo Belinati publicou decreto que, em poucas palavras, determina que todos os servidores devem ser vacinados contra a covid-19. A ressalva é apenas para os servidores que tenham comprovadamente alguma justificativa médica.

Segundo o departamento de Recursos Humanos da Prefeitura, 135 deixaram de tomar a vacina. 47 apresentaram atestados médicos justificando a decisão. Esses atestados serão analisados por uma equipe médica da prefeitura.

Ontem vereadores contrários ao decreto quiseram emplacar em regime de urgência um projeto que derrubava o decreto do prefeito.

Houve empate em 9 a 9. Eram necessários 10 votos para a derrubada do decreto.

A vereadora Jessicão (PP), mesmo partido do prefeito, acusou vereadores – sem apresentar provas – de terem vendido seu voto. Disse ela em discurso no plenário que havia se reunido com vereadores no dia anterior e os presentes na reunião se comprometeram a apoiar a derrubada do decreto. Ontem, porém, alguns mudaram de ideia. “Posso falar com toda certeza, as pessoas se venderam. Pois as pessoas não mudam de opinião no dia seguinte. Não mudam, não mudam, não mudam…”

Pelo óbvio, vereadores que foram contra o regime de urgência, se revoltaram. Um deles foi Fernando Madureira que comentou que recebeu ameaças para votar pela derrubada do decreto do prefeito. “Recebi mensagens dizendo que se votasse contra o decreto teria o apoio e o voto dos eleitores, se votasse pela manutenção do decreto iriam danificar meu carro. O fato é que a maioria da população quer ser atendida por servidores imunizados, Muitas pessoas vieram falar comigo sobre isso. Não vendi meu voto por asfalto, por parquinho por nada, não vendo minha alma”, disse Madureira.

 

11 thoughts on “Sem apresentar provas, vereadora acusa vereadores de venderem o voto

  • 27/10/2021, 11:41 em 11:41
    Permalink

    Quando vc acha que o negócio vai deslanchar…….certo estava Ulisses Guimarães ao dizer que “a pior legislatura é a próxima”.

    Resposta
    • 27/10/2021, 20:44 em 20:44
      Permalink

      O sr. Genildo poderia nos esclarecer: o senhor acha que esta legislatura é pior que a anterior porque nove vereadores apoiaram o decreto do prefeito ou porque nove vereadores, sem o menor conhecimento da Ciência, queriam atropelar a discussão parlamentar (pulando, inclusive, parecer da Comissão de Justiça) para vetar o decreto do Executivo? Aliás, o presidente da Câmara deveria fazer o mesmo que o prefeito e determinar que todos os servidores da Câmara se vacinassem contra a covid. Só escapariam os servidores que apresentassem atestados de médicos idôneos, isto é, daqueles que não enganam seus pacientes receitando essas porcarias de cloroquina, ivermectina e similares.

      Resposta
  • 27/10/2021, 12:29 em 12:29
    Permalink

    Esse cenário já aconteceu em mandatos anteriores e o MP vez a devassa. Sei que estão atentos. São os únicos que podemos acreditar mais.

    Resposta
  • 27/10/2021, 12:51 em 12:51
    Permalink

    Que se matem, não farão falta nenhuma.

    Resposta
  • 27/10/2021, 13:15 em 13:15
    Permalink

    Tem assuntos q nem precisamos de provas… Você conhece politica tão bem quanto eu haha

    Resposta
  • 27/10/2021, 13:42 em 13:42
    Permalink

    Sinal que a maioria do prefeito na Câmara tá esfarelando.

    Resposta
  • 27/10/2021, 13:45 em 13:45
    Permalink

    O que mais precisa acontecer para essas pessoas entenderem que o bem coletivo é maior do que qualquer liberdade individual? Será que é muito difícil de entender que o coletivo é mais importante que o individual. Pq tanto individualismo, egoísmo e falta de empatia? Se esses servidores não querem se vacinar, ok, é um direito deles, toma vacina quem quer, mas nesse caso peçam exoneração e vão trabalhar em outro lugar, se demitam e vão trabalhar em um lugar que não exija a vacinação, simples assim. É bem simples, se não querem se vacinar procurem outro emprego que garanta a liberdade que vcs tanto querem. E se por acaso a Prefeitura adotar o passaporte da vacina para entrar em cinemas, shows, jogos de futebol ou qualquer outro evento, simplesmente não vão a esses lugares, vcs que são contra o passaporte não vão a esses lugares, é simples não é. Se são tão egoístas e individualistas, fiquem longe desse lugares, simples assim.

    Resposta
  • 27/10/2021, 13:57 em 13:57
    Permalink

    Esses nove vereadores que votaram na derrubada do decreto do prefeito devem a reencarnação de alguns ignorantes que participaram de A Revolta da Vacina, que aconteceu no Rio de Janeiro em 1904! Só pode ser… Quá! Quá! Quá!

    Resposta
  • 27/10/2021, 15:47 em 15:47
    Permalink

    Prefeito, demite por justa causa!

    Resposta
  • 27/10/2021, 16:00 em 16:00
    Permalink

    Uma pequena oposição ao Marcelo, por menor que seja, derruba ele antes terminar mandato. Muitos problemas ocorrendo em várias frentes.

    Resposta
  • 27/10/2021, 16:25 em 16:25
    Permalink

    Essa obra do Bosque vai dar o que falar ainda.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: