Troca troca na Fazenda

O auditor fiscal federal aposentado Murilo Ferreira Wallbach deixa amanhã o cargo de Presidente do Conselho de Contribuintes e Recursos Fiscais (CCRF), após quatro anos de mandato comemorando a redução significativa de processos encalhados no órgão. Quando assumiu em 2011 haviam recursos que ficavam mais de dois anos com os relatores, culminando com estoque de R$ 4 bilhões em discussão no Conselho, e foi obrigado a instituir uma portaria para pagamento de gratificação mediante produtividade dos representantes do empresariado e mesmo da Secretaria  Estadual da Fazenda.
O embate político de seu substituto está sendo vencido pelo agente fiscal Jaime Kiochi Nakano, que de Londrina seguiu à capital com José Aparecido Valencio Silva, hoje coordenador da Receita Estadual, e foi o responsável pela indicação do fiscal londrinense Márcio Albuquerque Lima como Inspetor Geral de Fiscalização – e atualmente preso pela polícia na Operação Publicanos do Gaeco.
Nakano já respondeu a processos no Ministerio Público de Maringá por enriquecimento ilícito (denunciado por sua ex mulher), onde atuou até pedir licença e trabalhar na empresa Móveis Gazin, de Douradina, daí retornando a Londrina.
O tema chama atenção pois um conselho similar (Conselho federal – CARF) mal conduzido resultou na rumorosa Operação Zelotes da PF em Brasília.

Um comentário em “Troca troca na Fazenda

  • 07/05/2015, 23:39 em 23:39
    Permalink

    Em Curitiba:
    Jaime Nakano é assessor do Secretário da Fazenda Mauro Ricardo
    Jaime Nakano é vice presidente do Conselho de Contribuintes
    Jaime Nakano é conselheiro da CELEPAR
    Jaime Nakano é conselheiro da Parana previdência
    Jaime Nakano é fiscal estadual
    Jaime Nakano é o bicho?

    E toda semana volta de avião a Londrina e retorna a Curitiba.

    JAIME NAKANO É O CARA?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: