Preso, ex-vereador quer os benefícios da delação premiada. E, cadê os outros?

Orlando Bonilha Proença, o ex-vereador de Londrina que está cumprindo pena há um mês por corrupção na PEL 2, aguarda ansiosamente que a Delação Premiada dele, feita ainda em 2008 o beneficie e ele possa voltar para casa.

O curioso da delação é que ele citou vários empresários e ex-companheiros de Câmara por envolvimento com propina. De dinheiro distribuído a vereadores para aprovar mudança de zoneamento, passando por doação de terrenos, venda de lotes em cemitério e até o famoso rachid com os salários dos assessores.

Os nomes estão todos na delação e até hoje, pelo jeito, as investigações avançaram quase nada.

O advogado de Orlando Bonilha, Ronaldo Neves, cobra do MP a promessa de que, delatando, o ex-vereador não cumpriria pena na cadeia.

Veja a entrevista exclusiva para o blog.

4 comentários em “Preso, ex-vereador quer os benefícios da delação premiada. E, cadê os outros?

  • 18/06/2019, 17:27 em 17:27
    Permalink

    deixem este imprestavel ao menos um ano guardado para aprender a não ser mais vagabundo….lugar de ladrão e na cadeia

    Resposta
    • 22/06/2019, 18:58 em 18:58
      Permalink

      Esse cara quando comandava o PL na região ele vendia o apoio do Partido pra fazer parte das coligações, em todas as cidades da região de Londrina, não passa de um canalha um ano é pouco Carvalho.

      Resposta
  • 19/06/2019, 16:10 em 16:10
    Permalink

    Muito esclarecedora essa entrevista. Bonilha não é santo, mas seus comparsas devem logo ir parar no xadrez. Antes tarde do que nunca.

    Resposta
  • 20/06/2019, 22:08 em 22:08
    Permalink

    E o pastor Capelão do Hospital Evangelico, condenado, que fica balancando na cadeira e cochilando duranre a sessao???? Vai continuar cono vereador???? Cade a comissão de Etica da Camara de Vereadores de Londrina???? Por muito menos cassaram o mandato do Boca Aberta, queremos uma resposta da gloriosa Camara de Vereadores.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: