Palocci diz que Lula negociou propina para o filho Luiz Cláudio

O ex-ministro Antonio Palocci disse, em depoimento nesta quinta-feira (6), que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) acertou pagamento de propina para seu filho Luís Cláudio Lula da Silva nas negociações envolvendo uma MP (Medida Provisória) que beneficiou montadoras. (mais…)

, , , ,

JBS pagava propina mensal para ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná

do MaringáPost

Em depoimento à Justiça Federal na sexta-feira passada, o ex-executivo da JBS e veterinário, Flávio Cassou, preso em março na Operação Carne Fraca, contou que pagava há quatro anos uma mesada de 20.000 reais para o ex-superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná, Daniel Gonçalves Filho, que trabalhou em Maringá e fechou delação premiada. A informação é de Ullisses Campbell, no site da revista Veja.

O mensalinho, segundo Cassou disse ao juiz Marcos Josegrei, da 14ª Vara Federal, servia para que ele escolhesse pessoalmente quais fiscais do governo atuariam dentro das unidades da JBS no Paraná, fazendo vista grossa na vigilância sanitária e agilizando licenças (leia mais)

, , , , , ,

Luiz Antonio vai depor hoje

O auditor fiscal Luiz Antonio de Souza, delator premiado, aliás, muito premiado, vai depor hoje novamente na Justiça de Londrina.

Ele está envolvido até o pescoço na Operação Publicano  – esquemaço de cobrança de propinas na Receita Estadual do Paraná – e também no caso de exploração sexual de menores.

Aliás, vamos falar sério né, o cara estava envolvido em pedofilia e a Justiça o liberou porque decidiu colaborar – está solto, morando em Paranaguá. É pra acabar né.

, , , , ,

Irmãos Wesley e Joesley Batista agora são réus

Da Veja

Justiça Federal de São Paulo aceitou ontem a denúncia do Ministério Público Federal contra os irmãos Joesley e Wesley Batista por manipulação do mercado financeiro e uso de informações privilegiadas. Com isso, os donos da holding J&F, controladora da JBS, se tornam réus. (mais…)

, , , ,

Auditor delator confirma que deputado Tiago Amaral recebeu 200 mil de propina

Olha a informação não é nova, mas foi confirmada ontem pelo ex-auditor fiscal malandrão Luiz Antonio de Souza, em depoimento à Justiça na Operação Publicano.

Segundo  Luiz Antonio de Souza, o deputado estadual Tiago Amaral, filho do conselheiro do Tribunal de Contas Durval Amaral, recebeu R$ 200 mil de propina para a sua campanha. A grana foi entregue dentro do prédio da Receita Estadual.

O ex-auditor afirmou que o valor arrecadado foi entregue a um assessor do deputado. Disse ainda que foi o próprio deputado que pediu a grana.

Em outro momento, Luiz Antônio disse que 90% dos auditores da Receita estão no esquema de cobrança de propina.

, , ,

Cerveró pega cinco anos de cana, por lavagem de dinheiro

Da Folha de S.Paulo

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró foi condenado, nesta terça-feira (26), a cinco anos de prisão –em regime, inicialmente, fechado– pelo crime de lavagem de dinheiro. A decisão é do juiz federal Sergio Moro, responsável pelas ações da Operação Lava Jato e cabe recurso.

Cerveró foi acusado pelo Ministério Público de adquirir um apartamento de luxo no Rio de Janeiro com dinheiro que teria recebido como propina na Petrobras. (Leia mais)

, , , ,

Veja a lista de políticos que, segundo Paulo Roberto Costa, foram beneficiados com a grana da Petrobras

Do Estadão
Primeiro delator da Lava Jato, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás Paulo Roberto Costa citou em 80 depoimentos que se estenderam por duas semanas, entre agosto e setembro, uma lista de 28 políticos – que inclui ministro e ex-ministros do governo Dilma Rousseff (PT), deputados, senadores, governador e ex-governadores.
O Estado obteve a lista completa dos citados. A relação inclui ainda parlamentares que integram a base aliada do Palácio do Planalto no Congresso como supostos beneficiários do esquema de corrupção e caixa 2 que se instalou na petrolífera entre 2004 e 2012.
Há nomes que até aqui ainda não haviam sido revelados, como o governador do Acre, Tião Viana (PT), reeleito em 2014, além dos deputados Vander Luiz dos Santos Loubet (PT-MS), Alexandre José dos Santos (PMDB-RJ), Luiz Fernando Faria (PP-MG) e José Otávio Germano (PP-RS). Entre os congressistas, ao todo foram mencionados sete senadores e onze deputados federais. (leia mais)

, , , , , , ,