FIESP x FIEP, suas diferenças

Hoje mais de 200 sindicatos patronais e associações de classe de São Paulo reuniram-se na sede da poderosa entidade presidida por Paulo Skaff, que chegou a flertar com o lulismo e dilmismo, mas se distanciou após as eleições que disputou a governador aliado pelo PSB em 2010 e PMDB em 2014. E lembra de longe a performance do presidente da FIEP, Edson Campanholo, que figurava no pólo ativo das amizades de Gleisi Hoffmann e Paulo Bernardo e petismo local, mas pensa em ficar longe das atribulações vividas pelo petismo araucariano. A reunião decidiu-se pelo pedido de “Renúncia de Dilma Roussef” pois, segundo os dirigentes empresariais, ela perdeu a completamente a capacidade de governar o país.

As discussões ocorreram sobre a melhor forma do país sair da situação que atravessa, e unanimemente o Fora Dilma foi aprovado, já que se ela não renunciar para o bem do Brasil, o melhor é retirá-la do comando que nunca teve. Bem diferente dos empresários paranaenses que nem se entendem na questão da renovação da concessão do pedágio nas rodovias. Já a Dilma Roussef…

Deixe uma resposta