Pensa num povo rastaquera. O jeito Onyx de fritar Mandetta

do Antagonista

A CNN acompanhou por telefone uma conversa entre Onyx Lorenzoni e Osmar Terra, ocorrida pela manhã e na qual discutem saída de Luiz Henrique Mandetta.

A reportagem informa que telefonou para Onyx, que teria deixado o celular ligado, o que permitiu ao repórter ouvir tudo.

Foi exatamente o que aconteceu no ano passado numa conversa entre Onyx e Gustavo Bebianno, no auge da crise que levou à demissão do então ministro da Secretaria de Governo.

Leia também: Covid-19: Mandetta vence uma batalha. Vencerá a guerra?

Na conversa de hoje, Terra defende uma política “que substitua a quarentena”. E diz que as medidas aplicadas pelo atual ministro não estão “protegendo o grupo de risco”. Onyx diz que Mandetta “não tem compromisso com nada que o Bolsonaro está fazendo.”

Leia o diálogo:

Onyx: “Eu acho que esse contraponto que tu ta fazendo…”
Terra: “É complicado mexer no governo por que ele tá…”
Onyx: “Ele (Mandetta) não tem compromisso com nada que o Bolsonaro está fazendo.”
Terra: “E ele se acha.”
Onyx: “Eu acho que (Bolsonaro) deveria ter arcado (com as consequências de uma demissão)…”
Terra: “O ideal era o Mandetta se adaptar ao discurso do Bolsonaro.”
Onyx: “Uma coisa como o discurso da quarentena permite tudo. Se eu tivesse na cadeira… O que aconteceu na reunião eu não teria segurado, eu teria cortado a cabeça dele…”
Terra: “Você viu a fala dele depois?”
Onyx: “Ali para mim foi a pá de cal. Eu já não falo com ele há dois meses. Aí acho que é xadrez. Se ele sai vai acabar indo para a secretaria do Doria.”
Terra: “Eu ajudo, Onyx. E não precisa ser eu o ministro, tem mais gente que pode ser.”

 

4 comentários em “Pensa num povo rastaquera. O jeito Onyx de fritar Mandetta

  • 09/04/2020, 17:00 em 17:00
    Permalink

    Vai ser o tema da coletiva de hoje do ministro da Saúde. CNN ao vivo dando show de jornalismo no Youtube.

    Resposta
  • 09/04/2020, 23:45 em 23:45
    Permalink

    E olhe que o Mandetta e o Lorenzoni pertencem ao mesmo partido. Imagine se fossem de partidos diferentes. Quanto ao Terra, esse realmente deve estar muito interessado em voltar a fazer parte do ministério do Bolsonaro e voltar a frequentar o palácio do presidente…

    Resposta
    • 10/04/2020, 15:52 em 15:52
      Permalink

      Dizem as má línguas que o “Trevas” é o terror das primeiras-damas. Aliás, a alegria delas e o terror dos presidas…

      Resposta
  • 10/04/2020, 10:22 em 10:22
    Permalink

    “Se eu tivesse na cadeira… eu teria cortado a cabeça dele…”. E a gente pensando que Bolsonaro é durão. Que nada! O presidente é um frouxo perto do gaúcho Onyx. KKK

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: