Publicano, ativar e apavorar

Os 108 envolvidos no processo criminal 24789-47.2016.8.16.0013 estarão sendo ouvidos na Vara de Cartas Precatórias Criminais de Curitiba na tarde do dia 27 de março em uma audiência de instrução. São empresários como Rachid Zambian, Pedro Muffato, Luiz Carlos Viscardi, Adonis Sabino, Carlos Henrique Pinto Fadel, Iran Campos dos Santos, Radamés Spironelli, Ronivaldo Zani, Renato Takahara, Evaldo Ulinski, contadores como Jair Ancioto, José Joaquim Martins Ribeiro (ex vice prefeito de Londrina), Sivoney Dahla de Almeida, Gilberto Toshiharu Doi, fiscais como Jaime Kiochi Nakano, Claudio Tosato, Gilberto Favato, Amadeu Serapião, José Luiz Favoreto Pereira, Marcio Albuquerque Lima e sua esposa Ana Lima, entre tantos que estão arrolados. Outro processo está andando rapidamente e logo muita gente responderá por crimes contra a ordem tributária – http://migre.me/w1FrF (aqui o processado 50 tem uma relação empresarial com o denunciado nesta outra ação, já que como ex fiscal estadual é dono do imóvel de um dos denunciados por sonegação).

4 comentários em “Publicano, ativar e apavorar

  • 09/02/2017, 19:33 em 19:33
    Permalink

    Sou leitor desse blog a tempos mas existe a necessidade de alguns esclarecimentos sobre a qualidade da informação, grande parte das pessoas nominadas que serão ouvidas em Curitiba, são testemunhas que intimadas estão cumprindo seu dever cívico com a justiça, na forma que o sr publicou o sr se refere a elas como réus do processo por favor corrija esta informação, pois a grande maioria delas jamais estará sujeito ao que trata a matéria nas suas palavras: “logo muita gente responderá por crimes contra a ordem tributária”, muitos ali não são empresários e muito menos réu, a carta precatória ouvirá 82 PESSOAS sendo que 74 são testemunha de defesa, os quais o sr. equivocadamente citou acima. Na verdade serão ouvidos apenas 08 réus. Por favor corrija a informação, ou na duvida exclua, o senhor cita testemunhas como réu, obvio que pode acabar recebendo processo de alguma pessoa que se sinta ofendida, pelas incorreções das informações.

    Resposta
    • 09/02/2017, 19:42 em 19:42
      Permalink

      Mais uma informação o Link que o sr relacionou trata da publicano II, processo 38.210, a precatória citada refere-se a publicano IV cujo processo é o 79.954, então a mais esse equivoco, por favor corrija. Não se trata de critica mas de apenas informações para que o senhor possa passar informação correta aos seus leitores.

      Resposta
  • 10/02/2017, 07:40 em 07:40
    Permalink

    Há nomes na relação que são testemunha de defesa, por favor retire esse nome, antecipadamente agradeço.

    Resposta
  • 10/02/2017, 12:18 em 12:18
    Permalink

    Arrolados como testemunha?
    Pedro Muffato?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: