Governo deve anunciar a tarde a exoneração do secretário da (In) Segurança, Fernando Francischini

Não é oficial, mas fontes do Palácio Iguaçu acabam de confirmar que o Secretário de (In)Segurança do Paraná, o deputado Federal Fernando Francischini, dançou.

À tarde deve ser confirmada a sua saída da Secretaria.

Francischini, que de Batman virou um mero Pinguin, não aguentou o desgaste provocado pela desgraceira ocorrida em 29 de abril quando 213 pessoas ficaram feridas durante o confronto entre a PM e servidores em Curitiba.

Depois de um silêncio sem precedentes para quem é tão falante, Francischini organizou uma coletiva e tirou o dele da reta olimpicamente. Jogou toda a culpa na PM e no seu comandante, Cesar Kogut.

As declarações de Francischini, que vinha sendo odiado pelos professores estaduais, servidores e demais paranaenses pela desastrada operação em Curitiba, arrebentaram com o humor da tropa. Nos quartéis os policiais estavam putos da vida com a tirada da reta do Secretário.

A saída dele vai ajudar a reduzir a pressão em cima do governo e, quem sabe, abrir um novo canal de diálogo.

 

 

, , , ,