Caixa gasta R$ 265 milhões com patrocínios a times de futebol

Thiago Bronzatto, Época

Fábio Campana

Em campo, o Corinthians não vem jogando nada. Mas é o campeão dos campeões em dinheiro recebido da Caixa Econômica Federal. Desde 2012, ganhou R$ 91 milhões, de um total de R$ 265 milhões repassados pela estatal a 16 clubes. O segundo lugar é o Flamengo, com R$ 66 milhões. A estatal – financiadora do Itaquerão – não gosta de dar publicidade a valores que podem irritar torcidas. A Época só conseguiu as informações sobre os times por meio da Lei de Acesso à Informação.

0 thoughts on “Caixa gasta R$ 265 milhões com patrocínios a times de futebol

  • 08/06/2015, 15:25 em 15:25
    Permalink

    Sou palmerense, não temos patrocinio estatal mas vamos parar de ser hipocritas ou idiotas, se a Caixa e o Banco do Brasil dão dinheiro a outros esportes que não trazem retorno, como volei, atletismo, handebol, formula 1, porque não pode patrocinar os clubes que dão um tremendo retorno.
    Eu mesmo desfilo nos domingos de jogo com uma camisa do Palmeiras com o patrocinio da PARMALAT, Fiat, etc, e daqui dez anos vai ter gente com a camisa do Corinthians e Flamengo com a propaganda da Caixa.
    Tem mais, não é dinheiro publico, porque quando faço emprestimo na caixa tem juros e correção.

    Resposta
    • 09/06/2015, 17:15 em 17:15
      Permalink

      Você só escreveu bobeira…..!!!!!

      Resposta
  • 08/06/2015, 20:57 em 20:57
    Permalink

    E o Fábio Campana é financiado por quem? Pela Caixa é que não é…

    Resposta
  • 08/06/2015, 21:20 em 21:20
    Permalink

    A bem da verdade, fui ao blog do Fábio Campana e não vi replicado esse post do “jornalista” Thiago Bronzatti, aliás, uma besteira das que ele escreve diariamente. Quem lê pensa que a Caixa é grande e única financiadora (mas não doadora) do Itaquerão. Não é. O maior financiamento vem do BNDES, o mesmo que fornece recursos que são negociados pela Acil (de nossa cidade) através da Fomento Paraná. Outra informação: a prefeitura de São Paulo ajudou a construção do Itaquerão através de incentivo fiscal e o governo estadual (do tucano Alckmin) em convênio com a Ambev bancou as arquibancadas. E se a Época conseguiu informações sobre contratos da Caixa através da Lei de Acesso à Informação é porque existe a lei e as informações estão disponíveis. Bem diferente do acesso a informações no governo tucano do PR. Não sou corintiano mas a Caixa foi o banco que me ofereceu melhores condições de financiamento para a minha empresa quando precisei.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: