E se…

Do Zé Beto/Do correspondente em Brasília

E se o deputado paranaense José Janene estivesse vivo, onde estaria? Na cadeia ao lado de André Vargas e Pedro Correia (presidente nacional do seu partido, o PP), no Congresso Nacional dirigindo a bancada do Partido Progressista, onde foi o líder e tesoureiro, na defesa de seus interesses no governo petista ou simplesmente sendo mais um delator premiado, como seu parceiro Alberto Youssef ? Quem seriam seus advogados? Quais seriam suas frases de intimidação? Então, o homem que morreu e levou consigo as confissões necessárias para conferência com seus amigos Pedro Correia, Delcídio Amaral, Alberto Youssef e seu apadrinhado na Petrobras, o famigerado Paulo Roberto Costa, poderia estar de que lado do balcão? Cada um pode escolher, mas diante de mais uma etapa da Operação Lava Jato, mais um fio da meada deJanene: Enivaldo Quadrado, dono da corretora Bônus-Banval, aquela  do Mensalão, onde sua filha dava expediente como ‘estagiária’ em São Paulo, tinha até um operador jornalista envolvido em pagar sua multa mensal no STF: Breno Altman, que foi levado a depoimento na PF – http://migre.me/tpuIf e http://migre.me/tpuIs

Um comentário em “E se…

  • 03/04/2016, 22:07 em 22:07
    Permalink

    E POR QUE SÃO PAULO? e justiça gratuita?

    Processo:
    0046011-35.2010.8.26.0100
    (Tramitação prioritária)
    Classe:
    Inventário
    Área: Cível
    Assunto: Inventário e Partilha
    Local Físico: 30/03/2016 00:00 – Prazo 22
    Distribuição: 19/11/2010 às 10:34 – Livre
    11ª Vara da Família e Sucessões – Foro Central Cível
    Controle: 2010/001340
    Juiz: Claudia Caputo Bevilacqua Vieira
    Valor da ação: R$ 1.000,00
    Partes do processo
    Invtante: Danielle Kemmer Janene Assumpção
    Advogado: IDEVAR CAMPANERUTI
    Advogado: EDSON ALVES DA CRUZ
    Invtardo: José Mohamed Janene
    Interesdo.: ‘Fazenda do Estado de São Paulo

    Data Movimento
    30/03/2016 Certidão de Publicação Expedida
    Relação :0216/2016
    Data da Publicação: 31/03/2016
    Data da Disponibilização: 30/03/2016
    Número do Diário:
    Página:
    29/03/2016 Remetido ao DJE
    Relação: 0216/2016
    Teor do ato: Ciência aos interessados do retorno negativo da carta precatória expedida.
    Advogados(s): IDEVAR CAMPANERUTI (OAB 9321/PR), EDSON ALVES DA CRUZ (OAB 35169/PR)
    29/03/2016 Ato Ordinatório Praticado
    Ciência aos interessados do retorno negativo da carta precatória expedida.
    24/02/2016 Certidão de Publicação Expedida
    Relação :0124/2016
    Data da Disponibilização: 24/02/2016
    Data da Publicação: 25/02/2016
    Número do Diário:
    Página:
    23/02/2016 Remetido ao DJE
    Relação: 0124/2016
    Teor do ato: Vistos,

    Fls. 896: atenda a Serventia com urgência.


    Processo Físico: 0046011-35.2010.8.26.0100 – Inventário
    Inventariante
    (Ativo):
    Danielle Kemmer Janene Assumpção
    Inventariado: José Mohamed Janene
    Em 27 de outubro de 2015 faço estes autos conclusos
    à MMa Juíza de Direito da Décima Primeira Vara da Família e das
    Sucessões, Dra CLAUDIA CAPUTO BEVILACQUA VIEIRA. Eu,
    _______,Escrevente, subscrevi.
    Vistos,
    Fls. 878/879: anote-se a penhora no rosto dos autos,
    dando-se ciência aos interessados.
    Int.
    São Paulo, [27/10/2015]
    CLAUDIA CAPUTO BEVILACQUA VIEIRA
    Juíza de Direito


    Processo Físico nº: 0046011-35.2010.8.26.0100
    Classe – Assunto Inventário – Inventário e Partilha
    Inventariante (Ativo): Danielle Kemmer Janene Assumpção
    Inventariado: José Mohamed Janene
    Juiz(a) de Direito: Dr(a). Carla Santos Balestreri
    Vistos.
    Aguarde-se em cartório, por 30 dias, a manifestação da inventariante, diante da
    renúncia dos patronos às fls. 788/793.
    Saliento que o cumprimento do comando de fls. 785, 2º parágrafo fica
    condicionado ao requerimento da parte interessada.
    No silêncio, arquivem-se.
    Intime-se.
    São Paulo, 16 de outubro de 2014.

    27/08/2014 Remetido ao DJE
    Relação: 0623/2014
    Teor do ato: Vistos. Fls. 688/784: defiro os benefícios da assistência judiciária gratuita ao espólio. Anote-se. No que concerne ao pedido de reserva de bens para fazer frente aos honorários advocatícios dos patronos, imperioso que ingressem com o pedido de habilitação de crédito, em apenso, a fim de evitar o tumulto ao feito e possibilitar o contraditório, nos termos do art. 1017 e seguintes do CPC, ficando desde logo deferido o desapensamento dos documentos comprobatórios do débito destes autos, a fim de instruírem o pleito. Intime-se.
    Advogados(s): Marcus Bechara Sanchez (OAB 149849/SP), IDEVAR CAMPANERUTI (OAB 9321/PR), EDSON ALVES DA CRUZ (OAB 35169/PR)

    Vistos,
    Fls. 645, item “b”: a fim de possibilitar a apreciação
    do pedido de gratuidade judiciária, concedo a (o) requerente o prazo
    de cinco dias para que traga aos autos cópia das duas últimas
    declarações de imposto de renda ou de seus últimos holerites.
    Fls. 679: defiro o prazo requerido às fls. 679.
    Fls. 680: atenda-se.
    Sem prejuízo, abra-se vista, com urgência, ao MP
    para se manifestar nos autos, tendo em vista a existência de
    herdeiros menores.
    Após, voltem-me conclusos.
    Int.
    São Paulo, [30/07/2014 13:59]
    CLAUDIA CAPUTO BEVILACQUA VIEIRA
    Juíza de Direito

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: