Empresas de ônibus de Constantino destinaram 1,5 milhão a Cunha

A Lava Jato investiga depósitos de R$ 1,5 milhão feitos na conta da C3 Atividades de Internet, de Eduardo Cunha, por várias companhias de ônibus que pertencem ao grupo Constantino.

A assessoria do grupo nos enviou a seguinte mensagem:

“Sobre os supostos repasses às empresas Jesus.com, as empresas do Grupo Comporte seguem colaborando com as autoridades para o total esclarecimento dos fatos”.

Deixe uma resposta