Goleiro do Londrina vira adventista e pode até deixar o futebol

Vitor será ausência certa em seus clubes desde o pôr do sol da sexta-feira ao pôr do sol do sábado. No começo de 2016, o goleiro, atualmente no Londrina, decidiu se tornar adventista, religião que prega “guardar o sábado” para aproveitá-lo com a família e amigos, ou seja, sem qualquer atividade relacionada ao trabalho. Com isso, Vitor perdeu a chance de disputar a Série A do Campeonato Brasileiro neste ano.

– Tive proposta da Chapecoense. Coloquei como condição da ida a guarda do sábado. Acreditei que seria mais fácil lá ser aceito, por ser um clube da Série A, que não joga tanto de sábado. Não me aceitaram. O salário era quase duas vezes maior do que ganho no Londrina. Eu preferi rechaçar a proposta, porque ia de encontro a minha crença – afirma o goleiro, pela primeira vez publicamente, ao LANCE!.

Vitor tem família católica, estudou em “escola de freira” durante toda a infância, fez primeira comunhão, mas, ainda assim, não estava contente com a religião. Há dez anos, o goleiro casou-se com Gabriela, de família adventista, que lhe apresentou a doutrina. Vitor passou a estudar a Bíblia, entendeu o adventismo e decidiu se converter após ter tido grandes desempenhos nos dois últimos anos com a camisa do Londrina, nos quais conquistou os acessos para a Série C e D, além do título paranaense de 2014. leia mais

 

4 comentários em “Goleiro do Londrina vira adventista e pode até deixar o futebol

  • 19/01/2016, 12:17 em 12:17
    Permalink

    Ochente, religião é questão de foro íntimo. Se o cara não pode jogar aos sábados, a gente tem que respeitar a decisão dele. Agora difícil vai ser encontrar um clube que aceite essa limitação…

    Resposta
  • 19/01/2016, 13:17 em 13:17
    Permalink

    Quando o homem se tornou um espermatozoide evoluído,toda sorte de tabus,,deuses,justiça e politica proliferam tudo que é lei e impecilho para que a vida do homem ou seja de parte deles ,servis a todas as regras e muitos embarcam sem saber o que estão fazendo.
    Eu Acredito num Deus que não precisa corretores da fé para me dizer o que eu posso fazer ou deixar de fazer,o sujeito deixar uma profissão e o leite dos seus filhos para embarcar em alguma coisa que escreveram ou resolveram impor eu acho errado,qualquer dia da semana podemos ficar com nossas familias e Deus detesta puxasaquismo.

    Resposta
  • 19/01/2016, 15:54 em 15:54
    Permalink

    Absurdo esse Silvestre não respeitar região. Estamos vendo pelo mundo o que significa isso.

    Resposta
  • 19/01/2016, 20:58 em 20:58
    Permalink

    queria dizer RELIGIÃO.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: