Lula, Paulo Bernardo e Palocci, réus em nova ação

do Contraponto

O juiz Vallisney de Oliveira, da 10.ª Vara da Justiça Federal em Brasília, aceitou denúncia apresentada pelo Ministério Público e tornou réus o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ex-ministros Antônio Palocci e Paulo Bernardo e o empresário Marcelo Odebrecht.

Lula, Palocci e Paulo Bernardo são suspeitos de terem recebido propina da construtora Odebrecht em troca de favores políticos. Segundo a acusação, a empreiteira prometeu a Lula, em 2010, R$ 64 milhões para ser favorecida em decisões do governo. De acordo com o Ministério Público Federal, o dinheiro teria sido colocado à disposição do PT, relata o site G1.

A denúncia afirma que uma das contrapartidas solicitadas pela Odebrecht seria interferência política para elevar para R$ 1 bilhão um empréstimo concedido a Angola pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Após a concessão do empréstimo, a construtora brasileira, que havia sido contratada pelo país africano, captou parte dos valores obtidos junto ao BNDES. A liberação do financiamento foi assinada por Paulo Bernardo, que, à época, era ministro do Planejamento.

Um comentário em “Lula, Paulo Bernardo e Palocci, réus em nova ação

  • 06/06/2019, 19:55 em 19:55
    Permalink

    Na lista da Odebrecht há trocentos nomes mas a justiça parece cuidar só dos petistas. E neste caso o viés da denúncia é meramente político, aliás, antipartidário.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: