Tite, a um passo de comandar a Seleção

O Dunga caiu e o Tite ainda não sabe se vai assumir a bronca. O fato é que pegar a Seleção Brasileira é muita responsabilidade e o Tite, apesar de querer muito, sabe disso.

Na nova era Dunga, foam 18 vitórias, cinco empates e três derrotas em 26 jogos. O problema é que a maioria das vitórias foram em jogos amistosos. Quando o bicho pegou mesmo, nas competições oficiais, a Seleção mostrou fragilidade. Foi eliminada na primeira fase da Copa América num grupo que tinha Equador, Haiti e Peru, foi o pior resultado da Seleção nesta competição desde 1987.

Tite conversou ontem no Rio de Janeiro com o presidente da CBF, o enroladão Marco Polo del Nero. A assessoria da CBF disse que a conversa foi amigável e produtiva, mas não bateram o martelo ainda. Tite voltou para São Paulo e vai conversar com a família e com os dirigentes do Corinthians.

5 comentários em “Tite, a um passo de comandar a Seleção

  • 15/06/2016, 10:18 em 10:18
    Permalink

    O Cuca, do Verdão, é melhor que ele, basta ver o último resultado em que o Porco engoliu os Gambás. kkkk

    Resposta
  • 15/06/2016, 11:58 em 11:58
    Permalink

    O Tite é muito limitado e futebolisticamente provinciano para dirigir a seleção. Melhor opção seria o Jorginho, jogador vencedor e um técnico muito mais inovador.

    Resposta
  • 16/06/2016, 11:58 em 11:58
    Permalink

    Cincão e Gilberto, quantos títulos o Cuca e Jorginho ganharam nos últimos 5 anos. Esses dois sim são limitadíssimos.

    Resposta
  • 16/06/2016, 11:59 em 11:59
    Permalink

    O Timão deve ser homenageado por todos os times do país. Grande fornecedor de técnicos para Seleção Canarinho.

    Resposta
  • 16/06/2016, 16:49 em 16:49
    Permalink

    Aguilera, quantas copas do mundo o Tite disputou? Nenhuma, nem como torcedor.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: