TJD multa ex-presidente do Atlético Paranaense, Mário Celso Petraglia

O TJD multou em 5 mil reais ao ex presidente do Atlético Paranaense pelo destempero ocorrido no campeonato paranaense. Veja a decisão:

2ª COMISSÃO DISCIPLINAR

AUTOS N°. 254/2016 – EM TRAMITE

AUDITOR RELATOR: MAURICIO BITTENCOURT FOWLER                                               

DENÚNCIA PROCURADORIA

DENUNCIADO (S):

MARIO CELSO PETRAGLIA

MARCIO LARA

DENÚNCIA DA PROCURADORIA: DR. MARCELO FONSECA GURNISKI

1° DENUNCIADO: MARIO CELSO PETRAGLIA, presidente do Conselho Deliberativo da entidade de prática desportiva Clube Atlético Paranaense, por deixar de cumprir a decisão proferida nos autos nº 92/2016, em 24/05/2016, de lavra da C. 2ª Comissão  Disciplinar, confirmada pelo C. Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná em 25/08/2016, que condenou o aludido denunciado à multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e a pena de suspensão de 30 (trinta) dias, uma vez que o denunciado participou e dirigiu os trabalhos da Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo da EPD realizada em 27/08/2016, no Centro Administrativo e Técnico Alfredo Gottardi. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

1° DENUNCIADO: MARCIO LARA, 2º Vice-Presidente do Conselho Administrativo da entidade de prática desportiva Clube Atlético Paranaense, por deixar de cumprir a decisão proferida nos autos nº 92/2016, em 24/05/2016, de lavra da C. 2ª Comissão  Disciplinar, confirmada pelo C. Pleno do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná em 25/08/2016, que condenou o aludido denunciado à multa de R$ 10.000,00 (dez mil reais) e a pena de suspensão de 30 (trinta) dias, uma vez que o denunciado participou dos trabalhos da Reunião Extraordinária do Conselho Deliberativo e Administrativo da EPD realizada em 27/08/2016, no Centro Administrativo e Técnico Alfredo Gottardi. Por assim agir, incorre nas sanções previstas no artigo 223 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

DECISÃO: Mario Celso Petraglia, por unanimidade, absolvido.

Marcio Larapor unanimidade, absolvido.

RECURSO: RECORRENTE: PROCURADORIA DE JUSTIÇA DESPORTIVA, subscrito pelo Dr Marcelo Fonseca Gurniski: requer o conhecimento do presente recurso voluntario, eis que cumpridos os pressupostos recursais e no, mérito, que seja conferido provimento para reformar a r. Decisão recorrida, punindo os denunciados Mario Celso Petraglia e Marcio Lara, nas sações previstas no artigo 223 do CBJD, por ser medida da mais integra e lidima Ordem e Justiça Desportiva. Auditor Relator: Dr. DANIEL ANDREATTA. 

Observações:

Resultado – “por unanimidade de votos conhece o recurso, e no mérito, por maioria, condenar o denunciado Mario Celso Petraglia a multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a ser recolhido no prazo de 5 dias junto a tesouraria da FPF e suspensão de 90 (noventa) dias. Por unanimidade de votos conhece o recurso, e no mérito, por maioria, condenar o denunciado Marcio Lara a multa no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) a ser recolhido no prazo de 5 dias junto a tesouraria da FPF e suspensão de 90 (noventa) dias”.

Defensor: Domingos Moro (adv. Mario Celso Petraglia / Marcio Lara).

Deixe uma resposta