Robô Rosie vigia gastos de parlamentares brasileiros. Alguns já estão devolvendo dinheiro

Olha que bacana. Um grupo de oito jovens criou um robô, batizada de Rosie – a empregada robô do desenho animado Os Jetsons – que monitora os gastos dos parlamentares. Rosie, através de um banco de dados, avalia se a despesa do parlamentar é justa ou foi alguma miguelagem.

Em apenas três meses trabalhando, Rosie  descobriu mais de 3.500 casos suspeitos envolvendo o uso da cota parlamentar por deputados federais desde 2011.

Rosie já encontrou, por exemplo, um pedido de reembolso de cervejas compradas por um deputado em um restaurante nos Estados Unidos, mesmo sendo proibido usar dinheiro público para comprar bebida alcoólica. (mais…)

, , , , , , , , , , , , ,

De acusado de ser funcionário fantasma a Miss Paraná, jornal O Globo detona indicados para a Itaipu

de O Globo

A Miss Paraná de 1995, Marilice Perazzoli Collin, e Marcos Vitório Stamm, acusado de ter sido funcionário fantasma no Senado, foram indicados para cargos em Itaipu – Reprodução internet e divulgação

Após fazer até propaganda apontando a “moralização das nomeações das estatais” como uma das principais medidas de sua gestão, o presidente Michel Temer loteou o comando da hidrelétrica de Itaipu entre aliados e indicou para os cargos até um advogado que já foi acusado de ter sido funcionário fantasma do Senado. A lista dos novos dirigentes foi divulgada pelo Palácio do Planalto. Itaipu é administrada em conjunto com o Paraguai.

Todos os indicados têm como padrinhos políticos paranaenses de PSDB, PMDB, PP, SD e PPS. As nomeações atendem a políticos do estado porque a sede da empresa fica em Foz do Iguaçu (PR). O novo diretor-presidente, Luiz Fernando Vianna, é atual presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel) e foi indicado para Itaipu pelo governador, Beto Richa (PSDB).  (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Richa empurra com a barriga nomeação do novo Coordenador da Região Metropolitana de Londrina

O governador Beto Richa está tão preocupado com a região metropolitana de Londrina que desde maio a Coordenadoria da Região Metropolitana está sem comando e até hoje ele não nomeou ninguém pra dirigir a bagaça.

Mas tem aquela situação né, vai que ele nomeia… se o cara quiser trabalhar vai acabar fazendo um monte de reivindicações para a região e isso provoca desgaste.

Sem Coordenador, sem encheção de pacovás.

Mais alguns minutos e todos terão a confirmação de que, como ninguém está sentindo falta, a Coordenadoria não deve servir pra nada mesmo.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Kireeff assume que quer ser candidato ao governo

Aos mais próximos ele já havia demonstrado a vontade. Agora ele publicou na rede social facebook. O ex-prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, definitivamente, quer ser candidato ao governo do Paraná.

Obviamente não basta ele querer é preciso viabilizar politicamente a empreitada. (mais…)

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

E, em Foz, Vereadores vão de camburão tomar posse e depois retornam pra cadeia

Foz do Iguaçu é uma cidade ímpar.
Ontem os vereadores reeleitos e que estão presos acusados de propinagem da brava, foram tomar posse, todos de camburão.
Anice Gazzaoui (PTN), Rudinei de Moura (PEN), Darci Siqueira “DRM” (PTN), Edílio Dall’Agnol (PSC) e Luiz Queiroga (DEM) fizeram o juramento e assinaram o livro de posse e dez minutos depois deixaram o plenário para voltar à cadeia.
Bom, se os eleitores de Foz elegeram as figuras é porque devem gostar deles né.
É, mas nem todos, sejamos justos. Muitos eleitores foram protestar na Câmara.

, , , , , , , , , , , , , , ,

900 em Londrina andam de tornozeleira eletrônica

Em Londrina perto de 900 pessoas estão circulando com a famosa “pulseira de perna”. São as famosas tornozeleiras que a Justiça disponibiliza para cidadãos cuja periculosidade é considerada menor.

Tem desde auditores fiscais, batedores de carteira a fujões das pensões alimentícias.

Então, camarada/companheiro, se o calor é de 40 graus e o cara está de calça comprida no domingo, é porque o estilo determina.

, , , , , , , ,

O primeiro enrosco de Greca em Curitiba

Do Zé Beto

Apareceu o primeiro enrosco de um integrante do primeiro escalão da equipe do prefeito Rafael Greca. O repórter Ricardo Sabbag informa na Gazeta do Povo que Mauricio Appel, presidente da Fundação Cultural de Curitiba, “foi condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por dano ao erário público, multado em R$ 42 mil e obrigado a devolver os valores originais de mais de R$ 250 mil, frutos de captação via lei de incentivo à cultura do projeto de produção do CD “Serro Azul”, trilha sonora do filme “O Preço da Paz”, realizado por ele em 2003″. Appel disse que a condenação, de 2014, não o impede de exercer o cargo e que ainda cabe recurso ao STF. Confira a reportagem aqui.

, , , , , , , , , , , , , ,

Campanha: Richa promove um beija-mão para entregar R$ 429 milhões de ICMS

Governador Beto Richa, secretários e prefeitos Foto: Ricardo Almeida / ANPr

E o governador Beto Richa está em campanha eleitoral. Ontem ele chamou todos os prefeitos do Paraná para um beija-mão em Curitiba ao entregar R$ 429,8 milhões aos 399 municípios do Paraná, referente a uma cota extra do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O montante refere-se ao valor do imposto cujo pagamento foi postergado por empresas que investiram no Estado nos últimos anos. São companhias que aderiram a programa de incentivos para atração de investimentos e que, como benefício, passariam a pagar o imposto devido a partir de 1º janeiro de 2018.

A chequita poderia ter sido depositada na conta dos municípios. Porém, como ficaria a foto?

Quanto custou a ida dos prefeitos e assessores a Curitiba para o beija mão?

Bobagem, isso é apenas detalhe.

, , , , , , , , , ,

TC diz que as contas do Aeroporto de Maringá estão irregulares: grana voou?

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) jugou irregulares as contas de 2012 da SBMG S/A – Terminais Aéreos de Maringá, companhia municipal que administra o Aeroporto Silvio Name Júnior, que atende a região Noroeste do Paraná. Os autos indicaram falhas no sistema de controle interno e a ausência de envio de relatório desse sistema ao TCE-PR. O superintendente da companhia naquele ano, Marcos Antônio Valêncio, foi multado. (mais…)

, , , , ,

Citado na Operação Publicano e em outros rolos, Durval Amaral é o novo presidente do Tribunal de Contas

Do G1

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), Durval Amaral, tomou posse como presidente da entidade nesta quinta-feira (12). Eleito pelos pares em 2016, ele substituiu o conselheiro Ivan Bonilha, na presidência da corte de contas.

Durval Amaral está no Tribunal de Contas desde 2012, quando foi indicado pelo governador Beto Richa (PSDB). Nesses três anos, ele já foi citado em pelo menos duas delações premiadas de operações policiais. Uma é a Operação Publicano, que investiga fraudes na Receita Estadual do Paraná e a outra é a Operação Quadro Negro, que apura desvios de dinheiro na construção de escolas estaduais.

Na Operação Publicano, o ex-auditor fiscal Luiz Antônio de Souza contou no depoimento que Durval Amaral procurou o grupo da Receita em Londrina, no norte do estado, e pediu R$200 mil para a campanha do filho, Tiago Amaral, que disputava uma vaga na Assembleia Legislativa do Paraná. Ainda segundo o auditor, Durval Amaral sabia que era dinheiro de propina. (leia mais)

, , , , , , , , , , , ,

Juiz proíbe invasão na Secretaria da Educação do Paraná e Núcleo Regional de Ensino de Londrina

A Justiça do Paraná concedeu um “Interdito Proibitório” proibindo que integrantes do Movimento Ocupa Paraná,
Movimento Ocupa Londrina e União Paranaense dos Estudantes de 1 e 2 Graus, invadam a Secretaria de Ensino do Paraná e o Núcleo Regional de Ensino de Londrina.
Caso ocorra a invasão, os responsáveis serão punidos com de multa diária no importe de R$10.000,00 em caso de descumprimento da medida”, e “caso eventualmente ocorra a invasão, (…) seja determinada a reintegração de posse e desde logo expressamente autorizado (e requisitado) o uso da força policial para cumprimento da ordem, se necessário”, determina o juiz Marcos Renato Nogueira Garcia.
Veja abaixo:

, , , , ,

Famílias de trabalhadores sem terra, acampadas na Fazenda Tabapuã, em Centenário do Sul, foram expulsas da propriedade por líderes do MST

As famílias alegam que conseguiram um documento do Incra para cultivarem a terra, mas os líderes locais do MST não aceitam pois arrendam a área invadida para empresas e produtores rurais da região. “Eles querem continuar arrendando a terra. Eles mantem famílias humildes na área para dizer que há acampamento, mas exploram as famílias”, disse Silvia Regina Ferreira, que há um ano e meio está no local. (mais…)

, , ,